Autoridade marítima determina encerramento de portos nos Açores

A autoridade marítima determinou o encerramento a partir das 22h00 de hoje.

Autoridade marítima determina encerramento de portos nos Açores

Autoridade marítima determina encerramento de portos nos Açores

A autoridade marítima determinou o encerramento a partir das 22h00 de hoje.

A autoridade marítima determinou o encerramento a partir das 22h00 desta terça-feira, 1 de outubro, dos portos na ilha do Faial, São Jorge, Pico, Corvo e Flores, devido às previsões do estado do mar na sequência da passagem do furacão Lorenzo.

LEIA DEPOIS
Furacão Lorenzo deverá passar com categoria 1 nos Açores

Numa nota enviada às redações, o capitão do porto da Horta (Faial), Paulo Rafael da Silva, determina o encerramento a toda a navegação a partir das 22h00 de hoje dos portos da Horta, das Velas e Calheta, na ilha de São Jorge, enquanto no Pico fecham os portos da Madalena, São Roque e Lajes. Serão também encerrados os portos da Casa, no Corvo, e os das Poças e das Lajes, nas Flores.

Efeitos do furacão fazem-se sentir a partir desta terça-feira

Além do acima referido, em articulação com as entidades gestoras, a autoridade marítima determina também o fecho de todos os núcleos de pesca e portinhos, informa a mesma nota. Os primeiros efeitos do furacão Lorenzo, atualmente na categoria 2, deverão começar a fazer-se sentir a partir da noite de hoje nos grupos Ocidental e Central dos Açores, com vento forte, agitação marítima e chuva.

«A partir da noite de hoje já se deverão começar a fazer sentir os efeitos do furacão nos grupos Ocidental (Flores e Corvo) e Central (Terceira, Pico, São Jorge, Graciosa e Faial) – o vento forte, agitação marítima e alguma chuva. O período mais crítico será durante a madrugada e a manhã de quarta-feira», disse à agência Lusa o delegado do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) nos Açores, Carlos Ramalho.

Segundo o meteorologista, com a aproximação do furacão haverá um «agravamento gradual do tempo», mas as duas ilhas que compõem «o grupo Ocidental do arquipélago deverão ser as mais atingidas».

Furacão desloca-se para nordeste

Segundo um comunicado do IPMA, divulgada esta manhã, às 09h00, o furacão Lorenzo – de categoria 2 na escala de Saffir-Simpson (que vai de 1 a 5, sendo 5 o nível mais intenso) – encontrava-se «a aproximadamente 1.000 quilómetros a sudoeste da ilha das Flores, deslocando-se para nordeste a uma velocidade de 35 quilómetros por hora».

O IPMA acrescenta que, «mantendo-se as previsões da trajetória, o centro do furacão deverá passar com categoria 1, na quarta-feira, ligeiramente a oeste das Flores, afetando especialmente o grupo Ocidental». Porém, «todo o arquipélago sentirá efeitos do furacão».

LEIA MAIS
Previsão do tempo para esta quarta-feira, 2 de outubro

 

Impala Instagram


RELACIONADOS