Atleta é agredida e violada enquanto treinava na rua

Atleta é agredida e violada enquanto treinava na rua

Atleta é agredida e violada enquanto treinava num bairro em Budapeste. A vítima já recebeu alta e decidiu partilhar a sua história.

A atleta húngara Viktória Makai foi agredida e violada, no mês passado, durante um treino nas ruas de Budapeste. A vítima afirma que o bairro, onde o crime ocorreu, é por norma tranquilo e movimentado.

LEIA MAIS: Perdeu os três filhos e dedica a vida a ajudar outros pais

A atleta, que é mãe de duas crianças, estava a correr quando foi brutalmente agredida na cabeça e, posteriormente, abusada sexualmente por um homem. O agressor era um conhecido de Viktória. «Ele cumprimentava-me todas as manhãs com um sorriso no rosto.»

A maratonista revela ainda que enquanto o crime ocorria, diversos veículos passaram pelas vias. Quem acabou por ajudá-la foi o seu marido, que ao estranhar a demora da atleta, decidiu ir procurá-la. Makai foi encaminhada para o hospital e o agressor acabou por ser preso no mesmo dia.

Quando recebeu alta, a húngara resolveu partilhar a sua história numa campanha que criou, cujo nome é «Run Away». «Talvez as mensagens da campanha ajudem outras pessoas a contarem as suas próprias histórias ou a encontrar a força necessária para fazer uma mudança», afirmou.

«Eu recuso-me a andar de olhos fechados. Histórias humanas incitam emoções humanas e inspiram ações que podem moldar o nosso mundo», finalizou.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS