Tudo sobre o ataque em Lyon que feriu 13 pessoas, incluindo uma criança

O centro cidade de Lyon, na zona leste de França, foi esta sexta-feira, 24 de maio, atingido por uma explosão que feriu cerca de 13 pessoas. O presidente francês, Emmanuel Macron suspeita que tenha sido um «ataque» à nação francesa.

Tudo sobre o ataque em Lyon que feriu 13 pessoas, incluindo uma criança

O centro cidade de Lyon, na zona leste de França, foi esta sexta-feira, 24 de maio, atingido por uma explosão que feriu cerca de 13 pessoas. O presidente francês, Emmanuel Macron suspeita que tenha sido um «ataque» à nação francesa.

Em declarações à agência AFP, uma fonte judicial revela que as autoridades, que ouviram várias testemunhas, apontam para a possibilidade de se ter tratado de um pacote armadilhado. De acordo com as informações avançadas pela polícia, o pacote, que continha um engenho com parafusos ou pregos no interior, foi deixado no exterior de uma padaria de forma a atingir de forma letal quem estivesse nas imediações. O incidente deu-se no centro de Lyon.

A explosão que se fez sentir nesta cidade francesa acabou mesmo por ferir 13 pessoas, uma delas uma criança de oito anos, mas estão todos livres de perigo, tal como revela um porta-voz muncipal do local.

É através do Twitter que a polícia francesa alerta as pessoas para que não se aproximem das ruas Victor Hugo e Sala. «Por vossa segurança evitem este local», pode ler-se na publicação feita na rede social. A rua acabou mesmo por ser isolada para que especialistas em explosivos pudessem investigar como tudo aconteceu.

O incidente aconteceu por volta das 17h30, hora francesa, perto da praça Bellecour, zona que é considerada como o coração da cidade de Lyon.

Polícia inicia buscas pelo suspeito

Segundo avança a agência Reuters, a polícia francesa está agora à procura de um suspeito, um homem que foi filmado de bicicleta, praticamente mascarado e de óculos escuros, a deixar uma mala junto à padaria minutos antes da explosão.

O canal de televisão francês BFM TV avança ainda que o suspeito pode ter entre 30 e 35 anos. Por se tratar de um possível ataque terrorista, a investigação judicial acabou por ser transferida para o Ministério Público de Paris.

Emmanuel Macron suspeita de «ataque»

Emmanuel Macron já reagiu ao que aconteceu em Lyon e considerou a situação como um «ataque». «Cheguei com alguns minutos de atraso, porque houve um ataque a Lyon, penso que toda a gente já sabe. Não me cabe a mim dizer o que se passou, mas nesta altura posso adiantar que não houve mortos, apenas feridos. Deixo aqui a minha solidariedade para com eles e para com as suas famílias», afirmou Macron numa entrevista num canal de Youtube.

Marcelo Rebelo de Sousa solidário com França

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já veio a público prestar solidariedade com o que aconteceu em França e classificou o sucedido como «mais um ataque aos valores que unem os dois países». Ainda na mesma mensagem enviada ao homólogo francês, Marcelo expressa «a sua consternação» pelo que aconteceu e deseja «as rápidas melhoras a todos os feridos».

LEIA MAIS

Previsão do tempo para domingo, 26 de maio

Irmã de Diana Fialho: «Ela é um monstro que destrói vidas e lares»

Impala Instagram


RELACIONADOS