Assassino de Keeley Bunker condenado a pena máxima por violação e homicídio

Juiz critica o assassino por criar «teia de mentiras depois de violar e assassinar» Keeley Bunker no regresso a casa após concerto de rap e condena Wesley Streete à pena máxima.

Assassino de Keeley Bunker condenado a pena máxima por violação e homicídio

Juiz critica o assassino por criar «teia de mentiras depois de violar e assassinar» Keeley Bunker no regresso a casa após concerto de rap e condena Wesley Streete à pena máxima.

Wesley Streete foi esta sexta-feira, 7 de junho, condenado pelo assassinato da jovem de 20 anos Keeley Bunker, em Tamworth, Staffordshire, em 19 de setembro do ano passado. O crime ocorreu não muito depois de a vítima ter enviado a uma amiga a mensagem de texto «o Wes vai acompanhar-me até casa, fica tranquilo». Streete, que teria desde a infância uma paixão obsessiva por Keeley, violou e matou-a antes de abandonar o corpo num riacho em Wiggington Park.

LEIA DEPOIS
Bebé de 1 ano cai em piscina de casa e morre afogado

Juiz desmontou «teia de mentiras» do assassino de Keeley Bunker

O jovem, também de 20 anos de idade, foi condenado a prisão perpétua pelo juiz Jeremy Baker no Tribunal da Coroa de Stafford, no Reino Unido, pelo assassinato e pelo que o juiz chamou de «uma teia de mentiras cuidadosamente elaborada» após ter cometido o crime. Streete mentiu repetidamente sobre o que os factos provados em tribunal ocorridos na noite do crime.

«A minha linda e preciosa foi-me roubada», disse a mãe da vítima após a sentença

«Keeley disse a Monique que chegaria segura a casa porque você se ofereceu para acompanhá-la. Infelizmente, nada poderia estar mais longe da verdade», proferiu o juiz, dirigindo-se ao assassino. à saída do tribunal, após a leitura da sentença, a mãe de Keeley, Debbie Watkins, conseguiu apenas proferir uma frase – «A minha linda e preciosa foi-me roubada».

LEIA AGORA
Polícia Judiciária detém mulher ciumenta que tentou imolar o namorado

Impala Instagram


RELACIONADOS