Apreendidos 200 quilos de escamas de pangolim, suspeito de transmitir covid-19

Uganda apreende 200 quilos de escamas de pangolim, que corresponderão a mais de 600 exemplares deste animal, um dos mais ameaçados do planeta.

Apreendidos 200 quilos de escamas de pangolim, suspeito de transmitir covid-19

Apreendidos 200 quilos de escamas de pangolim, suspeito de transmitir covid-19

Uganda apreende 200 quilos de escamas de pangolim, que corresponderão a mais de 600 exemplares deste animal, um dos mais ameaçados do planeta.

As autoridades do Uganda anunciaram ter apreendido 200 quilos de escamas de pangolim, retiradas a mais de 600 exemplares. O pangolim é um dos mais ameaçados do planeta e suspeita-se ser transmissor do novo coronavírus. «É uma operação importante para conseguir esta quantidade de escamas. Os criminosas devem ter matado pelo menos 600 pangolins», diz Vincent Opyene, investigador envolvido na operação, citado pela Efe.

LEIA DEPOIS
Lontra bebé com apenas 111 gramas encontrada no centro de Mirandela

Criminosos apanhados com as escamas de pangolim poderão ser condenados a prisão perpétua

Também de acordo com o que a agência de notícias apurou, a polícia deteve um cidadão congolês e outro do Uganda, a viverem em Arua, cidade no oeste do país, que deverão ser enviados para a capital, Kampala. Serão julgados e sujeitos a, no caso de a pena ser máxima, prisão perpétua. As autoridades não revelaram os detalhes da operação, que ainda decorre. Os serviços de inteligência, porém, admitem que as apreensões façam parte de um lote maior, escondido na República Democrática do Congo.

LEIA AGORA
Vírus agressivo está a infectar e a matar um em cada dez cães

Impala Instagram


RELACIONADOS