Álcool mata cada vez mais em Portugal

O número de internamentos hospitalares devido ao consumo de álcool aumentou 7%, em 2018, representando «os valores mais elevados dos últimos sete anos».

Álcool mata cada vez mais em Portugal

Álcool mata cada vez mais em Portugal

O número de internamentos hospitalares devido ao consumo de álcool aumentou 7%, em 2018, representando «os valores mais elevados dos últimos sete anos».

A embriaguez entre os jovens, os internamentos, readmissões em clínicas de tratamento e a mortalidade por intoxicações alcoólicas ou em acidentes sob a influência de álcool estão a agravar-se cada vez mais. Os dados constam no último relatório – do ano 2018 – da Coordenação Nacional para os Problemas da Droga, das Toxicodependências e do Uso Nocivo do Álcool, do Ministério da Saúde, citado pela TSF.

LEIA DEPOIS

Bebidas espirituosas vão ter rótulo com valor energético e informação nutricional

Jovens consomem cada vez mais álcool

Regista-se um aumento do consumo recente e atual de bebidas alcoólicas, do consumo em excesso e da embriaguez nos jovens de 18 anos, entre 2015 e 2018.

Internamentos em 2018 devido ao consumo de álcool registam os valores mais elevados dos últimos sete anos

Em 2018, 13422 pessoas estiveram em tratamento, na rede pública, por problemas relacionados com o álcool. Este número representa um aumento em 5% de pessoas que iniciaram tratamentos e 15% nos readmitidos.

4733 internamentos hospitalares deveram-se ao consumo de bebidas alcoólicas. 63% devido a doença alcoólica do fígado e 28% por síndrome de dependência alcoólica. O número de internamentos hospitalares devido ao consumo de álcool aumentou em 7%, em 2018, representando «os valores mais elevados dos últimos sete anos».

Mais de mil pessoas morreram no ano passado

No ano passado, 1087 pessoas morreram devido ao consumo de bebidas alcoólicas: 37% morreram em acidentes, 37% por morte natural, 13% por suicídio e 5% por intoxicação alcoólica. 2018 foi o ano que registou o maior número de mortes causadas por álcool nos últimos cinco anos.

Por que se consome tanto álcool?

O relatório não faz referência às causas para o aumento destes números, mas relaciona esta tendência, que se verificou nos últimos três anos, com o fim do período de crise económica, que terá aumentado o poder de compra dos portugueses.

Texto: Jéssica dos Santos

LEIA MAIS

ALERTA fim de ano | 10 alimentos para curar a ressaca

Impala Instagram


RELACIONADOS