Afeganistão: Talibãs querem transição pacífica de poder nos próximos dias

Os talibãs querem assumir o poder no Afeganistão “nos próximos dias” através de uma transição “pacífica”, disse hoje um porta-voz dos talibãs à BBC, enquanto as suas tropas cercavam a capital.

Afeganistão: Talibãs querem transição pacífica de poder nos próximos dias

Afeganistão: Talibãs querem transição pacífica de poder nos próximos dias

Os talibãs querem assumir o poder no Afeganistão “nos próximos dias” através de uma transição “pacífica”, disse hoje um porta-voz dos talibãs à BBC, enquanto as suas tropas cercavam a capital.

“Nos próximos dias queremos uma transferência pacífica” de poder, disse Suhail Shaheen, porta-voz de um grupo envolvido nas negociações, baseado no Qatar.

Entretanto, o presidente afegão, Ashraf Ghani, pediu às autoridades que garantam a “segurança de todos os cidadãos”, mantendo a ordem e a lei em Cabul, após a chegada dos talibãs à capital, e avisou que pode recorrer à força.

Ghani avisou ainda que “quem pensar em criar caos ou iniciar saques será tratado com recurso à força”.

Os talibãs chegaram hoje às portas de Cabul, e o Governo afegão reconheceu que foram feitos “disparos”, embora os insurgentes assegurem que não vão entrar na capital à força e estão a negociar uma transição de poder.

Os rebeldes receberam ordens para permanecerem às portas de Cabul e não entrar na capital afegã, disse hoje um porta-voz, apesar de os insurgentes terem sido já avistados por residentes em subúrbios distantes.

“O Emirado Islâmico ordena a todas as suas forças que esperem às portas de Cabul, que não tentem entrar na cidade”, disse no Twitter Zabihullah Mujahid, um porta-voz dos talibãs.

“Há combatentes talibãs armados na nossa vizinhança, mas não há combates”, disse à AFP um residente de um subúrbio oriental da capital.

Negociadores talibãs dirigiram-se hoje ao Palácio Presidencial para tentar negociar uma transição pacífica de poder.

O ministro do Interior afegão, Abdul Sattar Mirzakwal, também afirmou que haverá uma “transferência pacífica de poder”: “Os afegãos não devem preocupar-se (…) Não haverá nenhum ataque à cidade [de Cabul]. E haverá uma transferência pacífica de poder para um governo de transição”.

Em pouco mais de uma semana, os talibãs tomaram controlo de praticamente todo o país, tendo hoje elevado para 28 o número de capitais de província, de um total de 34, sob seu domínio.

A situação é de pânico em Cabul, com as autoridades afegãs a pedirem a todos os funcionários que abandonem os seus postos de trabalho e vão para casa, enquanto lojas e bancos estão encerrados e o trânsito paralisado por fortes engarrafamentos.

AL (PE) // ACL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS