Adolescentes ficam em liberdade depois de ridicularizarem autista negro [vídeo]

Dois adolescentes, um rapaz e uma rapariga de 17 anos, escapam à prisão depois de forçarem um autista negro a beijar-lhes os sapatos e de ameaçarem agredi-lo caso ele recusasse fazê-lo.

Adolescentes ficam em liberdade depois de ridicularizarem autista negro [vídeo]

Dois adolescentes, um rapaz e uma rapariga de 17 anos, escapam à prisão depois de forçarem um autista negro a beijar-lhes os sapatos e de ameaçarem agredi-lo caso ele recusasse fazê-lo.

Uma rapariga e um rapaz, ambos de 17 anos, foram detidos depois de as imagens revoltantes serem partilhadas nas redes sociais. No vídeo, pode ver-se os adolescentes a obrigarem, sob ameaça de agressão, um autista negro a beijar-lhes os sapatos. As imagens foram recolhidas no início de junho, no Holmfirth Cricket Club, em West Yorkshire, no Reino Unido, e exibidas em tribunal.

LEIA DEPOIS
Pequeno susto era afinal cancro de pele agressivo que lhe levou o nariz
Pequeno susto era afinal cancro de pele agressivo que lhe levou o nariz

Adolescente autista negro indemnizado em 50 euros

Hoje, porém, os juízes não aceitaram dar como provadas as acusações de ódio racial. O casal de namorados concordou assinar um contrato de bom comportamento e em pagar pouco menos de 50 euros de indemnização a cada indivíduo que aterrorizavam e humilhavam. O vídeo revela o adolescente e a namorada a ordenarem ao jovem autista negro para beijar-lhes os sapatos. A vítima parece ser empurrada na cabeça pelo agressor, que tenta colocá-lo no chão enquanto lança insultos e ameaças.

Impala Instagram


RELACIONADOS