Adolescente pede à Justiça para ser tutor do irmão após morte trágica dos pais

Adolescente pediu à justiça inglesa para ser o tutor legal do irmão após a morte dos pais. A mãe morreu de cancro e o pai, pouco depois, de acidente de viação.

Um adolescente pediu à justiça inglesa para ser o tutor legal do irmão, após a morte trágica de ambos os pais. A mãe morreu de cancro e o pai, pouco depois, de acidente de viação. David e Anita Phillips eram um casal feliz, com dois filhos, igual a tantos outros. Porém, tudo mudou quando Anita faleceu de cancro, aos 53 anos.

LEIA MAIS: Anorética de 16 quilos convidada para filme de terror [vídeo e fotos]

Nathan e Luke ficaram a viver com o pai e tentaram ultrapassar a perda. Durante dois anos, David tentou compensar os filhos pela falta da progenitora e partilhava, inúmeras vezes, momentos divertidos em família nas redes sociais. Dois anos após a morte da mulher, David sofreu um acidente de mota quando viajava com o filho mais novo. Teve morte imediata e Nathan ficou gravemente ferido. O menor ficou com a perna presa no camião que chocou contra a mota. Partiu a tíbia e teve de amputar dois dedos. Perdeu também grande parte da pele da perna ferida e fez vários enxertos.

Adolescente tinha apenas 13 anos quando ficou sozinho no Mundo com o irmão

Luke tinha apenas 13 anos quando perdeu os pais, mas recusou a ideia de viver numa instituição com o irmão. O adolescente pediu, assim, à Justiça para ser o tutor legal do irmão. O pedido foi aceite, mas com algumas ressalvas. Nos primeiros dois anos, os rapazes receberam diariamente a visita de técnicas da Segurança Social, para garantir o bem-estar e o normal funcionamento da casa. Luke, agora com 16 anos, fez o pedido de emancipação e é o único responsável por Nathan.

LEIA MAIS: Passageiros expulsos de autocarro por não ajudarem homem em cadeira de rodas

O jovem trabalha em part-time e estuda. É ele quem leva o irmão à escola e o vai buscar. Cozinha, limpa a casa e lava a roupa. Apesar da responsabilidade assumida, Nathan diz estar feliz com a decisão que tomou. «Não vou dizer que é fácil, se não estaria a mentir. Mas posso afirmar que estou feliz por poder cuidar do meu irmão e por não termos sido separados. Há dias em que me sinto cansado, mas depois olho para ele e tudo passa», conta.

Os irmãos têm o apoio da comunidade e recebem do governo inglês pensão de alimentos

O jovem adianta ainda que a «fase mais difícil» aconteceu quando o irmão estava internado a recuperar do acidente que vitimou o pai. «Nessa altura ,percebi que só o tinha a ele e que ele iria precisar muito de mim. Não podia abandoná-lo. Sabia que a nossa vida ia mudar, mas nunca tive medo. O único medo que tenho é o de perdê-lo», confessa. Os irmãos têm contado com o apoio da comunidade e do governo inglês, recebendo pensão de alimentos, o que lhes permite fazer face à grande maioria das despesas.

LEIA MAIS: Bebé com malformação grave sofre transformação impressionante [vídeo]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Adolescente pede à Justiça para ser tutor do irmão após morte trágica dos pais

Adolescente pediu à justiça inglesa para ser o tutor legal do irmão após a morte dos pais. A mãe morreu de cancro e o pai, pouco depois, de acidente de viação.