Adolescente desaparecida encontrada anos depois com o Estado Islâmico

Nasra Abukar foi vista pela última vez na cidade de Londres, em 2014. Após abandonar o país, viajou até à Síria onde casou com um combatente do grupo extremista

Adolescente desaparecida encontrada anos depois com o Estado Islâmico

Adolescente desaparecida encontrada anos depois com o Estado Islâmico

Nasra Abukar foi vista pela última vez na cidade de Londres, em 2014. Após abandonar o país, viajou até à Síria onde casou com um combatente do grupo extremista

Nasra Abukar desapareceu de Londres, cidade onde vivia com a sua família, sem deixar rasto. Durante vários dias as autoridades organizaram buscas, mas sem sucesso. Agora, seis anos após ter deixado a sua vida para trás, sabe-se que se juntou ao Estado Islâmico.

Tal como explica o The Australian, a mulher terá sido persuadida financeiramente para se juntar ao grupo terrorista. Foi já na Síria que conheceu o seu marido, Aseel Muthana, um combatente do Estado Islâmico oriundo do País de Gales, com quem teve dois filhos, Talha e Faris. O último, e mais velho dos irmãos, não sobreviveu a um ataque aéreo.

Nasra foi encontrada num campo de refugiados jihadistas juntamente com o seu filho Talha. Apesar de o governo britânico ter revogado a sua cidadania, espera poder voltar ao país que abandonou há seis anos.

O Daily Star lembra que após os ataques em Paris no ano de 2015 e que vitimaram 130 pessoas, Nasra deixou nas redes sociais uma mensagem que fazia troça dos acontecimentos, escrevendo “Paris”, seguido por ‘emojis’ de riso.

Em declarações ao mesmo jornal, a mãe de Nasra, Kaha Abukar, garantiu que não fala com a filha desde que abandonou Londres e rejeita qualquer tipo responsabilidade. “Não tenho nenhum contacto com ela. Não conheço o marido dela. Quando saiu daqui, tinha 18 anos. Ela era adulta. Não tenho culpa”.

LEIA MAIS
Reino Unido sobe nível de alerta para terrorismo

Impala Instagram


RELACIONADOS