Adolescente de 17 anos esfaqueia padrasto e deixa-o a lutar pela vida

Rapaz fugiu de casa logo a seguir ao crime, mas acabou por ser detido a menos de 500 metros da residência. A vítima foi submetida a uma intervenção cirúrgica de urgência e o prognóstico é muito reservado.

Adolescente de 17 anos esfaqueia padrasto e deixa-o a lutar pela vida

Adolescente de 17 anos esfaqueia padrasto e deixa-o a lutar pela vida

Rapaz fugiu de casa logo a seguir ao crime, mas acabou por ser detido a menos de 500 metros da residência. A vítima foi submetida a uma intervenção cirúrgica de urgência e o prognóstico é muito reservado.

Um rapaz, de 17 anos, esfaqueou o padrasto durante uma discussão, ocorrida ao final da noite de anteontem, em São Félix da Marinha, Vila Nova de Gaia. A vítima, de 43 anos, foi operada de urgência ao longo da madrugada e está a lutar pela vida, no Hospital Eduardo Santos Silva, também localizado no concelho gaiense. Já o agressor, que conta com antecedentes por crimes semelhantes e por assaltos, foi detido na rua, pela GNR, depois de ter fugido do local da agressão.

De acordo com o JN, a família estava à mesa da cozinha da residência, quando, pelas 23h30 horas de sábado, mãe e filho iniciaram uma discussão. Pouco depois, o companheiro da mulher interveio na refrega e repreendeu o enteado. Este não gostou do que ouviu e, em resposta, pegou numa faca e, ainda na cozinha, atacou o padrasto, causando-lhe ferimentos de extrema gravidade. Assistido primeiramente no local pelos Bombeiros Voluntários da Aguda e pela equipa médica do INEM, a vítima foi, posteriormente, transportada para o hospital de Vila Nova de Gaia e sujeito a uma intervenção cirúrgica de urgência.

Detido 5 horas depois

Enquanto o padrasto estava a ser operado, o jovem, que abandonou a habitação da família logo após ter cometido o crime, mantinha-se em fuga. Todavia, seria capturado pela GNR, por volta das 04h30 horas, a cerca de 450 metros de distância da residência. Estava sozinho na rua e não ofereceu resistência quando foi abordado pelos militares. Ainda durante a madrugada, o adolescente foi entregue à Polícia Judiciária, que já tinha estado na habitação da família e está responsável pela investigação.

LEIA AINDA

Congela corpos de netas mortas até à chegada da PSP
Homem de 57 anos descobriu os cadáveres das netas recém-nascidas no carro da filha. Inicialmente pensou tratar-se roupa suja. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS