7 locais estranhos onde foram encontrados bebés

Histórias tristes de bebés abandonados nos primeiros minutos de vida são, infelizmente, comuns. Porém, existem pessoas que são capazes de deixar os seus recém-nascidos em locais sem o mínimo de condições.

O nascimento de um bebé é um momento mágico e que, para muitos, significa uma bênção e o ponto alto da vida dos pais.

Contudo, para alguns, o nascimento de um filho pode significar o pânico, algo indesejado e que muitas vezes leva ao desespero. Esse desespero significa, infelizmente, o abandono de crianças em locais como hospitais, quartéis de bombeiros ou instituições como a Casa do Gaiato e outros orfanatos. Mas o ser humano é capaz de actos hediondos e de deixar recém-nascidos em locais muito mais estranhos.

1 – Compactador de Lixo

Uma supervisora de uma unidade de recolha e tratamento de lixo ouviu, no exacto momento em que ia ligar a máquina de compactação de lixo, ouviu um choro de um bebé dentro do aparelho. Ao investigar de onde vinha o som, encontraram um recém nascido, ainda com o cordão umbilical e debaixo de duas dezenas do saco do lixo. A criança acabou por ser recolhida pela polícia e levada para o hospital

LEIA MAIS: Vídeo mostra mãe a abandonar recém nascido em plena rua

2 – Casa de banho

Uma mulher americana foi acusada pelas autoridades de ter deixado o filho no interior de uma casa de banho, dentro de uma sanita e com o cordão umbilical. Contactada a polícia, a mulher acabou por ser identificada e contou que teve o seu filho no local e acabou por abandonar o próprio filho.

 

3 – Sarjeta

Nas ruas de Sydney, um homem e a sua filha passeavam de bicicleta quando começaram a ouvir um som que se assemelhava ao dos bebés e que provinha de uma sarjeta. Com a chegada de mais pessoas, foi retirada a pesada tampa de cimento e uma criança de apenas de uma semana foi encontrada lá dentro. A criança resistiu às baixas temperaturas que se faziam sentir nos esgotos da cidade australiana e sobreviveu. Mais tarde, a mãe da criança foi encontrada e levada a tribunal.

LEIA MAIS: 7 factos que não sabe sobre o príncipe Carlos da Inglaterra

4 – Enterrado vivo

Na China, uma idosa estava num cemitério quando começou a ouvir o choro de um bebé. O som vinha de um dos jazigos e a primeira reacção da senhora foi pensar que era um fantasma e foi procurar um padre. Ao chegarem de novo ao local, o sacerdote acabou por encontrar uma criança de poucos dias enterrada numa caixa de papelão. Os pais da criança foram encontrados e julgados, assim como mais cinco pessoas que ajudaram no macabro processo.

 

5 – Na praia

Uma mulher encontrou, em Honolulu, no Havaí, um bebé na praia. Ao descer as escadas de acesso à praia, a senhora encontrou a criança e levou o recém nascido para o hospital. A polícia havaiana abriu uma investigação e acabou por descobrir que a mulher era a mãe da criança, acabando por ser acusada por abandono e falso testemunho.

 

6 – Presépio

Em 2015, Jose Moran estava a terminar de montar o presépio numa igreja de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Quando regressou do almoço, e no que poderia ser um argumento de Hollywood, Moran encontrou uma nova figura no presépio. A fazer de Menino Jesus estava um bebé recém nascido, ainda com o cordão umbilical. As autoridades foram chamadas e, através das câmaras de segurança, viram uma mulher que tinha entrado da igreja e deixado um bebé enrolado numa toalha no presépio. A criança foi mais tarde adoptada por uma família da paróquia.

LEIA MAIS: Pais de Maddie consideram nova pista «um insulto» e «rídicula»

7 – Debaixo de um autocarro

Um bebé de apenas dez dias foi encontrado debaixo de um autocarro na Índia. A polícia conseguiu a custo identificar a criança com a ajuda dos moradores e, ao chegarem a casa dos pais, os mesmos assumiram celeremente que a criança era sua filha.

O pai não acreditava que a criança era sua e decidiu abandoná-la. O casal acabou por ser preso.

 

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

7 locais estranhos onde foram encontrados bebés

Histórias tristes de bebés abandonados nos primeiros minutos de vida são, infelizmente, comuns. Porém, existem pessoas que são capazes de deixar os seus recém-nascidos em locais sem o mínimo de condições.