7 fatos sobre a Internet que ia preferir não saber

7 fatos sobre a Internet que ia preferir não saber

A dark web é uma pequena parte da Internet conhecida por ser utilizada por pessoas que procuram comprar ou vender artigos ou serviços ilegais. Estes são os 7 factos mais inacreditáveis sobre o mercado negro online

De tráfico de órgãos à contratação de assassinos, a dark web é o lugar mais obscuro da Internet. Nesta parte do mundo digital online consegue-se ver, comprar e vender qualquer coisa. No entanto, por ser uma plataforma do mercado negro internacional, também é um lugar perigoso de se navegar. Muitas são as histórias e mitos urbanos associados à dark web, mas os seguintes sete fatos são verdadeiros.

LEIA MAIS: 7 locais estranhos onde foram encontrados bebés

1 – O paraíso dos criminosos

A dark web é local ideal para os criminosos venderem e comprarem os serviços. Estima-se que a contratação de criminosos nesta parte da Internet gera mais de 500 mil dólares (cerca de 442 mil euros) americanos por dia.

2 – Nem todos conseguem aceder

Entrar na dark web não é fácil. Não se pode aceder como através de site ou de um motor de busca como fazemos, por exemplo, com Google, Internet Explorer ou Firefox. Para se conseguir aceder é preciso ter uma rede específica que executa uma série de aplicações especificas.

3 – É dificil saber quem é quem

Os sites da dark web tem o seu IP (número de identificação de cada dispositivo – tablet, telémovel, computador, etc – que navega na Internet) e identidade mascarada. Ou seja, a maior parte das ofertas são anónimas. Isto faz com que seja muito difícil saber quem está por de trás de cada site.

4 – Criptomoedas

Na dark web não se compra nada com euros, dólares ou noutra moeda qualquer a que estejamos habituados. As trocas são feitas através de criptomoedas (um tipo de moeda digital descentralizada), como por exemplo é o caso da bitcoin. Esta é a moeda de eleição porque é quase impossível aceder à fonte do dinheiro.

5 – Estado Islâmico opera na dark web 

O Estado Islâmico usa a dark web como ferramenta de propaganda, recrutamento e para angariar fundos.

LEIA MAIS: 7 notícias falsas sobre ‘monstros’ encontrados após tsunamis

6 – Perdeu um cartão de crédito?

Uma das coisas que podemos encontrar com mais facilidade à venda na dark web são cartões de crédito roubados. É um dos artigos com mais procura. Diplomas de cursos e passaportes também são alguns dos artigos mais vendidos.

7 – Estendal mortífero 

Dois britânicos foram presos por venderem ilegalmente o seu próprio esperma na dark web. Esta transacção rendia a cada um cerca 300 mil dólares americanos (cerca de 265 mil euros). O esperma era ilegal porque não era submetido a nenhum teste para ver se tinha doenças, por exemplo.

VEJA AINDA: Previsão do tempo para sábado, 15 de dezembro de 2018

 

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

7 fatos sobre a Internet que ia preferir não saber

A dark web é uma pequena parte da Internet conhecida por ser utilizada por pessoas que procuram comprar ou vender artigos ou serviços ilegais. Estes são os 7 factos mais inacreditáveis sobre o mercado negro online