Mais de 2500 operacionais e 26 meios aéreos combatem incêndios no País

Mais de 2.500 operacionais e 26 meios aéreos estão envolvidos no combate dos 71 incêndios, sendo os mais preocupantes os que lavram nos concelhos de Sobral de Monte Agraço e Alcobaça.

Mais de 2500 operacionais e 26 meios aéreos combatem incêndios no País

Mais de 2500 operacionais e 26 meios aéreos combatem incêndios no País

Mais de 2.500 operacionais e 26 meios aéreos estão envolvidos no combate dos 71 incêndios, sendo os mais preocupantes os que lavram nos concelhos de Sobral de Monte Agraço e Alcobaça.

Mais de 2.500 operacionais e 26 meios aéreos estão hoje à tarde envolvidos no combate dos 71 incêndios, sendo os mais preocupantes os que lavram nos concelhos de Sobral de Monte Agraço e Alcobaça, segundo a Proteção Civil. A página da internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) registava, às 18h00, 71 incêndios, 14 dos quais em curso, oito em resolução e 49 em conclusão. No total, os 71 fogos mobilizam 2.502 operacionais, 738 viaturas e 26 meios aéreos, sobretudo nos distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Porto, Braga, Castelo Branco, Vila Real e Viana do Castelo.

LEIA DEPOIS
Alunas suspensas de escola brasileira por dançarem seminuas [vídeo]

Em Alcobaça evolui um dos incêndios mais fortes

Nas ocorrências importantes, a ANEPC destaca o incêndio no concelho de Alcobaça, que está a ser combatido por 134 operacionais e 40 viaturas. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria disse à Lusa que o fogo, que começou às 13:36 na localidade de Maiorga, está a lavrar numa zona de «difícil acesso», estando a queimar mato e eucaliptal. O incêndio que lavra desde o fim da manhã de hoje no concelho de Sobral de Monte Agraço tem 223 operacionais, 64 viaturas e três meios aéreos.

Chamas em Marco de Canaveses praticamente dominadas

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa, «face à intensidade» do fogo foram reforçados os meios de combate, designadamente operacionais e viaturas. A mesma fonte adiantou que o incêndio, que começou às 12h40 na freguesia de Santo Quintino, «está ativo», tem uma frente ativa e não estão em perigo localidades, estando a arder uma zona eucaliptal. Nas ocorrências importantes da Proteção Civil constam ainda os incêndios nos concelhos da Mealhada e de Águeda, apesar de se encontrarem em fase de resolução. Estes dois fogos concentram um total de 389 operacionais, 118 viaturas e um meio aéreo. Entretanto, o incêndio que começou na sexta-feira à noite no concelho de Marco de Canaveses está em fase de conclusão, permanecendo ainda no local 112 operacionais e 35 viaturas.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este domingo, 8 de setembro
Autoestrada 6 reabre após uma hora cortada devido a fogo em Estremoz

Impala Instagram


RELACIONADOS