Von der Leyen aceita alterações aos títulos de pastas de comissários

A presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, aceitou alterar os títulos de algumas pastas do seu futuro colégio, incluindo a do “modo de vida europeu”, que Bruxelas passa a querer “promover” e não “defender”.

Von der Leyen aceita alterações aos títulos de pastas de comissários

Von der Leyen aceita alterações aos títulos de pastas de comissários

A presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, aceitou alterar os títulos de algumas pastas do seu futuro colégio, incluindo a do “modo de vida europeu”, que Bruxelas passa a querer “promover” e não “defender”.

O anúncio foi feito hoje pelo grupo dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu, que em comunicado se congratulou com as “importantes alterações” acordadas após “vários dias de negociações” com Von der Leyen, e confirmado pelo porta-voz da presidente eleita da Comissão Europeia, durante a conferência de imprensa diária do executivo comunitário.

“Estive em contacto com Ursula Von der Leyen ao longo dos últimos dias, porque o meu grupo político ainda estava à espera de respostas aos pedidos que formulámos numa carta em 19 de setembro. Esta manhã recebi respostas muito positivas a questões fundamentais para nós”, comentou a líder da bancada dos socialistas europeus no Parlamento Europeu.

Com o porta-voz Eric Mamer a escusar-se para já a detalhar as alterações acordadas, coube então a Iratxe García anunciar que a polémica pasta do comissário grego Margaritis Schinas, antes denominada “Proteção do Modo de Vida Europeu”, afinal será intitulada “Promoção do Modo de Vida Europeu”.

“Todos concordamos que o modo de vida europeu é uma conquista que devemos preservar. Não deve ser defendido, mas sim promovido”, comentou a eurodeputada.

A líder parlamentar dos socialistas europeus revelou que Von der Leyen aceitou também que o comissário designado luxemburguês Nicolas Schimdt terá a seu cargo a pasta não só do Emprego, mas do “Emprego e Direitos Sociais”, e o lituano Virginijus Sinkievicius será o comissário do “Ambiente e Oceanos”, como originalmente proposto, mas também das “Pescas”.

Estas alterações foram anunciadas na véspera de o Parlamento Europeu proceder às audições dos três novos comissários designados por França, Roménia e Hungria — depois de os primeiros nomes avançados por Paris, Bucareste e Budapeste terem sido ‘chumbados’ pela assembleia -, e numa altura em que Von der Leyen aguarda ainda a designação de um comissário pelo Reino Unido, que ainda será Estado-membro quando a nova Comissão entrar em funções, face ao novo prolongamento do ‘Brexit’.

O novo executivo comunitário liderado por Ursula von der Leyen deverá entrar em funções em 01 de dezembro — já com um mês de atraso em relação à data prevista -, mas para tal é necessário que o conjunto do colégio seja votado e aprovado pelo Parlamento Europeu na sessão plenária que decorrerá em Estrasburgo entre 25 e 28 de novembro.

ACC // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS