Venezuela: Maduro destaca papel de núncio apostólico Aldo Giordano no diálogo com a oposição

O Presidente da Venezuela destacou o papel de “equilibro e seriedade diplomática” de Aldo Giordano, no processo de diálogo com a oposição venezuelana, em 2014.

Venezuela: Maduro destaca papel de núncio apostólico Aldo Giordano no diálogo com a oposição

Venezuela: Maduro destaca papel de núncio apostólico Aldo Giordano no diálogo com a oposição

O Presidente da Venezuela destacou o papel de “equilibro e seriedade diplomática” de Aldo Giordano, no processo de diálogo com a oposição venezuelana, em 2014.

Nicolás Maduro falava num ato de despedida para o representante do Vaticano Aldo Giordano, que deixa Caracas para ser núncio apostólico na União Europeia.

“A primeira mensagem que deu ao povo da Venezuela foi de concórdia, de diálogo e de paz. Desde então, o núncio apostólico relacionou-se com todos os setores sem discriminação”, disse Maduro, durante o ato, no palácio presidencial de Miraflores.

Maduro lembrou que Giordano presidiu, em abril, ao processo de beatificação de José Gregório Hernández, conhecido como o médico dos pobres e destacou a constante atenção que o Vaticano dá à Venezuela.

O chefe de Estado venezuelano anunciou estar prevista, para 2022, uma visita do secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, quando a pandemia da covid-19 “estiver controlada”.

Por seu lado, Aldo Giordano salientou que “é muito difícil de deixar” a Venezuela, ao fim de uma missão de sete anos e agradeceu a Maduro a atenção recebida enquanto esteve em missão no país.

O responsável anunciou que renunciava a uma condecoração atribuída pelo Presidente da Venezuela, pelos atos diplomáticos no país, por estar em Caracas “para servir” e não para “procurar honras”.

Em 08 de maio, o papa Francisco nomeou Aldo Giordano para o cargo de núncio apostólico na UE, após ter representado o Vaticano na Venezuela, indicou a Conferência Episcopal Venezuelana (CEV).

“[Giordano] ocupou o cargo de representante do papa na Venezuela durante sete anos, até agora, quando surge a nova nomeação como núncio apostólico na UE em Bruxelas”, referiu a CEV, em comunicado.

“Agora, a Venezuela espera a nomeação de um novo núncio apostólico”, acrescentou numa mensagem na rede social Twitter.

A CEV indicou que Giordano deu “grande atenção a diversos aspetos importantes para a Igreja na Venezuela” e destacou a “promoção da missão evangelizadora”.

Uma das últimas responsabilidades como representante do papa Francisco na Venezuela foi presidir à cerimónia de beatificação de José Gregório Hernández, conhecido como “o médico dos pobres”.

Giordano, que chegou à Venezuela em fevereiro de 2014, nasceu no norte de Itália em 20 de agosto de 1954 e completou estudos de Teologia e Filosofia, obtendo a licenciatura em 1978. Foi ordenado sacerdote em julho de 1979.

FPG (EO) // EJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS