Universidade de Verão dos sociais-democratas regressa de 29 de agosto a 04 de setembro

A Universidade de Verão dos sociais-democratas vai regressar entre 29 de agosto e 04 de setembro, após dois anos de interrupção devido à pandemia de covid-19, e as candidaturas estão abertas até 10 de julho.

Universidade de Verão dos sociais-democratas regressa de 29 de agosto a 04 de setembro

Universidade de Verão dos sociais-democratas regressa de 29 de agosto a 04 de setembro

A Universidade de Verão dos sociais-democratas vai regressar entre 29 de agosto e 04 de setembro, após dois anos de interrupção devido à pandemia de covid-19, e as candidaturas estão abertas até 10 de julho.

Estas informações constam de uma nota hoje divulgada, assinada pelo diretor da Universidade de Verão, o antigo eurodeputado do PSD Carlos Coelho, e pelo presidente da Juventude Social-democrata (JSD), Alexandre Poço.

Nesta nota, refere-se que a Universidade de Verão é uma iniciativa promovida conjuntamente pelo PSD, pela JSD, pelo Instituto Francisco Sá Carneiro e pelo Partido Poupar Europeu (PPE), que se realiza desde 2003.

A próxima edição acontecerá “durante uma semana, de 29 de agosto e 04 de setembro, numa jornada de estudos intensivos” com a participação de “uma seleção de jovens quadros de elevado potencial e um naipe de formadores e oradores de grande qualidade trabalham em conjunto”.

“As candidaturas estão abertas aos militantes da JSD, a jovens quadros do PSD e a independentes que nas autarquias locais, no movimento estudantil, ou em qualquer outra atividade de intervenção social, tenham estreitado esforços com o nosso partido, preferencialmente no escalão etário entre os 18 e os 30 anos”, lê-se na nota.

Podem ser enviadas até 10 de julho através do portal uv.psdparlamentoeuropeu.pt.

Em regra, os líderes do PSD discursam no encerramento da Universidade de Verão, que habitualmente tem lugar em Castelo de Vide, Portalegre, mas foi cancelada em 2020, devido à pandemia de covid-19 e em 2021 também não se realizou pelo mesmo motivo.

O novo presidente do PSD, Luís Montenegro, eleito em 28 de maio, assumiu durante a campanha interna o compromisso de fazer regressar a tradicional Festa do Pontal, em meados de agosto, no Algarve.

Luís Montenegro obteve 72,5% dos votos nas diretas de 28 de maio, em que defrontou Jorge Moreira da Silva, e assumirá funções como presidente no 40.º Congresso do PSD, substituindo Rui Rio, que lidera o partido desde janeiro de 2018.

O 40.º Congresso do PSD, que elegerá a nova Comissão Política Nacional e demais órgãos nacionais do partido, está marcado para 01, 02 e 03 de julho, no Porto.

IEL (SMA) // SF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS