União Zoófila acusa Câmara de Lisboa de utilizar o seu nome abusivamente

A União Zoófila acusou hoje a Câmara de Lisboa de utilizar o seu nome abusivamente num ‘outdoor’ que “transmite a ideia falsa” de que foi acordada a sua relocalização no Parque Urbano do Vale do Forno.

União Zoófila acusa Câmara de Lisboa de utilizar o seu nome abusivamente

União Zoófila acusa Câmara de Lisboa de utilizar o seu nome abusivamente

A União Zoófila acusou hoje a Câmara de Lisboa de utilizar o seu nome abusivamente num ‘outdoor’ que “transmite a ideia falsa” de que foi acordada a sua relocalização no Parque Urbano do Vale do Forno.

“A informação transmitida neste ‘outdoor’ utiliza abusivamente o nome da União Zoófila, sem o seu consentimento, e transmite a ideia, falsa, de que foi acordada a sua relocalização, ou seja, a destruição do seu abrigo localizado em Sete Rios há 70 anos com vista à utilização dos terrenos para outros fins”, diz aquela entidade numa informação divulgada nas redes sociais.

Em causa está a inscrição “Novo abrigo para cães e gatos/ União Zoófila/ Associação Focinhos e Bigodes/ Parque Urbano do Vale do Forno”, acompanhada do logótipo do município e de uma imagem de dois animais.

A União Zoófila defende que a colocação do ‘outdoor’, junto ao seu abrigo de Sete Rios, “é uma represália à recusa da associação em assinar um protocolo de intenções com a Câmara de relocalização do seu abrigo, sem conhecer e acordar previamente as condições físicas, funcionais e jurídicas em que a relocalização teria lugar e as condições de segurança e saúde para as pessoas e para os animais do local em questão”.

“Publicar informação falsa na via pública é crime. Manipular informação e divulgá-la publicamente como propaganda eleitoral e, em simultâneo, como forma de pressão de quem é mais vulnerável é uma estratégia abusiva que a todos devia envergonhar”, acrescenta-se na informação.

Questionada pela agência Lusa, fonte oficial da Câmara de Lisboa, presidida pelo socialista Fernando Medina (PS), reconheceu que “o cartaz não deveria ter sido colocado”, mas referiu que a autarquia tem “intenção de construir um abrigo no Vale do Forno” que possa dar “melhores condições” aos animais, como boxes térmicas.

O município referiu que já há projeto de arquitetura e de especialidade, reforçando que a Câmara continuará a falar com a União Zoófila no sentido de relocalizar o abrigo.

TYS // ROC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS