Uma dúzia de países americanos convoca reunião para debater crise na Venezuela

Uma dúzia de países americanos convocou hoje os ministros das Relações Externas dos Estados que integram o Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR) para uma reunião na segunda quinzena deste mês, onde será discutida a crise na Venezuela.

Uma dúzia de países americanos convoca reunião para debater crise na Venezuela

Uma dúzia de países americanos convoca reunião para debater crise na Venezuela

Uma dúzia de países americanos convocou hoje os ministros das Relações Externas dos Estados que integram o Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR) para uma reunião na segunda quinzena deste mês, onde será discutida a crise na Venezuela.

Esta decisão foi tomada no conselho permanente da Organização de Estados Americanos (OEA) e contou com a aprovação de 12 dos 19 países signatários do acordo — Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, El Salvador, Estados Unidos, Guatemala, Haiti, Honduras, Paraguai, República Dominicana e Venezuela.

Por sua vez, Costa Rica, Panamá, Peru, Uruguai, Trinidad e Tobago abstiveram-se, enquanto Cuba e as Bahamas não estiveram presentes no encontro.

“A crise na Venezuela tem um efeito desestabilizador, representa uma clara ameaça à paz e à segurança”, lê-se no documento subscrito pelos 12 países, citado pela agência EFE.

A Venezuela retirou-se do tratado em 2013 por iniciativa do então Presidente Hugo Chávez.

Porém, em julho deste ano, o parlamento venezuelano, liderado pelo opositor ao regime Juan Guaidó, aprovou o regresso a este pacto de defesa, decisão que o executivo do Presidente Nicolás Maduro não reconhece.

PE // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS