UE/Presidência: PR fala em “presidência difícil e esforçada” e avisa que Europa “não é ideia abstrata”

O Presidente da República classificou hoje como uma “presidência difícil e esforçada” o semestre de Portugal à frente do Conselho Europeu e avisou que a Europa só é forte quando melhorar a vida dos cidadãos.

UE/Presidência: PR fala em

UE/Presidência: PR fala em “presidência difícil e esforçada” e avisa que Europa “não é ideia abstrata”

O Presidente da República classificou hoje como uma “presidência difícil e esforçada” o semestre de Portugal à frente do Conselho Europeu e avisou que a Europa só é forte quando melhorar a vida dos cidadãos.

Marcelo Rebelo de Sousa falava no final de um encontro de cerca de 45 minutos com o seu homologo búlgaro, Rumen Radev, no Palácio Presidencial, em Sófia, no arranque da visita oficial à Bulgária que se prolonga até quinta-feira.

O chefe de Estado português recordou que esta visita estava prometida “há dois anos”, quando o seu homólogo esteve em Portugal, mas a pandemia impediu que acontecesse mais cedo.

“Quis o destino que coincidisse com a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Uma presidência difícil, esforçada, em plena pandemia, sobretudo em janeiro, fevereiro, março e até abril, mas durante a qual foi possível avançar na lei do clima, no digital, na transição energética, e sobretudo na questão da saúde”, afirmou.

Marcelo Rebelo de Sousa destacou o esforço da presidência portuguesa para “ultrapassar a falta de vacinas, o atraso no fornecimento de vacinas” e também na aprovação dos mecanismos financeiros para os próximos sete anos, traduzidos nos planos nacionais de recuperação e resiliência.

“Os europeus, os búlgaros, os portugueses esperam que, depois desta pandemia, haja um arranque económico e sobretudo uma saída da crise social. Que haja melhores perspetivas na educação, na formação, mas também na saúde, nos empregos, nos salários, na habitação, em tudo aquilo que é fundamental para os europeus”, disse.

E sobre este tema, o Presidente português deixou um alerta: “A Europa não é uma ideia teórica ou abstrata, a Europa só é forte se a vida dos europeus melhorar, a vida dos búlgaros melhorar, a vida dos portugueses melhorar”, alertou.

Na sua intervenção inicial, o Presidente búlgaro destacou também o simbolismo de esta visita acontecer durante a presidência portuguesa da União Europeia.

“Temos de marcar os esforços e os resultados que a presidência portuguesa atingiu na sua luta contra a pandemia, na repartição muito justa das vacinas, que foi favorável para nós”, apontou, segundo a tradução das declarações de Rumen Radev, feitas em búlgaro.

O Presidente da Bulgária deixou ainda rasgados elogios a Marcelo Rebelo de Sousa, descrevendo-o como “uma pessoa visionária” e “um dos líderes europeus mais importantes porque goza de uma autoridade extraordinária” devido aos seus conhecimentos nos temas europeus e globais.

SMA // SF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS