UE/Cimeira: Solidariedade com a Grécia e Chipre não é negociável – Macron

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou hoje que “a solidariedade com a Grécia e Chipre não é negociável”, à entrada para a reunião do Conselho Europeu em Bruxelas.

UE/Cimeira: Solidariedade com a Grécia e Chipre não é negociável - Macron

UE/Cimeira: Solidariedade com a Grécia e Chipre não é negociável – Macron

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou hoje que “a solidariedade com a Grécia e Chipre não é negociável”, à entrada para a reunião do Conselho Europeu em Bruxelas.

“Quando um Estado-membro da União Europeia (UE) é atacado ou ameaçado, quando as suas águas territoriais não são respeitadas, a prova de solidariedade é um dever europeu”, realçou o chefe de Estado francês.

Emmanuel Macron referia-se assim à crise do Mediterrâneo Oriental, nomeadamente as perfurações ilegais turcas nas zonas económicas especiais da Grécia e de Chipre, que será hoje um dos temas debatido entre os 27 chefes de Estado e de Governo da UE.

Macron afirmou também que “é necessária a reabertura de um diálogo exigente com a Turquia”, de maneira a criar uma “nova política de vizinhança europeia repensada e exigente”.

“É um caso emblemático de uma política de vizinhança europeia repensada e exigente, mas também realista, que a UE precisa de ter e que nunca pode hesitar no que toca à questão da soberania, dos valores e do direito, mas que procura, com pragmatismo e determinação, levar a cabo diálogos construtivos”, sublinhou o Presidente francês.

Referindo-se à situação na Bielorrússia, que também será debatida na cimeira que termina na sexta-feira, Macron afirmou estar a favor de “sanções e a uma pressão maior da UE de maneira a fazer com que o regime atual aceite, o mais rapidamente possível, uma mediação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) e a abertura de um diálogo inclusivo com a sociedade civil”.

O Presidente francês referiu-se ainda ao conflito entre a Arménia e o Azerbaijão na região separatista do Nagorno-Karabakh, apelando a um “cessar-fogo sem condições” e à “racionalidade de todos os atores envolvidos”.

Os chefes de Governo e de Estado da EU reúnem-se hoje e sexta-feira em Bruxelas numa cimeira europeia extraordinária.

TEYA/ANE/IG // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS