UE considera prorrogação de tratado New START “crucial” para segurança europeia

O Alto Representante da União Europeia (UE) para a Política Externa, Josep Borrell, saudou hoje a prorrogação do tratado de limitação de armas nucleares New START, considerando-o uma “contribuição crucial” para a segurança europeia.

UE considera prorrogação de tratado New START

UE considera prorrogação de tratado New START “crucial” para segurança europeia

O Alto Representante da União Europeia (UE) para a Política Externa, Josep Borrell, saudou hoje a prorrogação do tratado de limitação de armas nucleares New START, considerando-o uma “contribuição crucial” para a segurança europeia.

“A UE saúda o acordo encontrado entre os Estados Unidos e a Federação Russa para prolongar o tratado New START durante mais cinco anos. A UE atribui a maior importância ao tratado e considera-o uma contribuição crucial para a segurança internacional e europeia”, lê-se numa nota publicada pelo chefe da diplomacia europeia em nome dos Estados-membros da UE.

Frisando que a “redução dos arsenais nucleares mobilizados” prevista no tratado New START é “significativamente melhorada” pelo “sistema de verificação robusto” que contém, Borrell refere também que o acordo contribui para a “redução da reserva global de armas nucleares mobilizadas”.

“Ao aumentar a previsibilidade e a confiança mútua entre os dois Estados com o maior arsenal nuclear, este tratado limita a competição e aumenta a estabilidade estratégica”, aponta a nota.

O Alto Representante sublinha ainda a “necessidade de preservar e avançar ainda mais os processos de controlo de armas, de desarmamento e de não-proliferação”, e refere que, tanto os Estados Unidos como a Rússia, “enquanto Estados com o maior arsenal”, têm uma “responsabilidade especial no desarmamento nuclear e no controlo de armas”.

“Incentivamos a procura de reduções adicionais aos seus arsenais — incluindo armas nucleares estratégicas e não estratégicas, mobilizadas e não mobilizadas — e que prossigam discussões sobre a construção de confiança, a redução de riscos — incluindo medidas de redução de riscos nucleares -, atividades de verificação e que preparem o terreno para acordos de controlo de armas ainda mais robustos no futuro”, frisa.

Nesse sentido, Borrell realça que a “UE saúda a transparência acrescida de alguns Estados com armas nucleares sobre as suas doutrinas e sobre as armas nucleares que possuem”, e apela a que “outros façam o mesmo”.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla em inglês) também “saudou” hoje a prorrogação do tratado New START, referindo que apoia “totalmente” o acordo encontrado entre os Estados Unidos e a Rússia.

“Os Aliados da NATO acreditam que o tratado New START contribui para a estabilidade internacional, e os Aliados expressam outra vez o seu apoio forte para a implementação contínua e para um diálogo rápido e ativo sobre as formas de melhorar a estabilidade estratégica”, refere a organização em comunicado.

Os Estados Unidos ratificaram a prorrogação por cinco anos do tratado de limitação de armas nucleares New START, já assinado pela Rússia, anunciou hoje o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken.

Na passada semana, o Presidente russo, Vladimir Putin, já tinha assinado o prolongamento por cinco anos do tratado russo-americano New START, para a limitação de armas nucleares, dizendo que se tratava de “um passo na direção certa, embora admitindo que a segurança global continuava ameaçada por causa das crescentes tensões internacionais.

O New START é o mais recente, e único em vigor, acordo bilateral deste tipo, que regula o controlo de armas destas duas potências nucleares mundiais.

O tratado e é o último acordo remanescente que limita as armas nucleares dos EUA e da Rússia, depois de ter sido assinado, em 2010, pelo Presidente norte-americano, Barack Obama, e pelo Presidente russo, Dmitri Medvedev, para limitar cada país a instalar um máximo de 1.550 ogivas nucleares e restringir a 800 o número de aviões bombardeiros com capacidade de lançar mísseis nucleares.

TEYA (RJP) // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS