Ucranianos cruzam-se com tanque russo empanado e oferecem boleia ao inimigo de volta à Rússia

Apesar da invasão perpetrada por Vladimir Putin à Ucrânia, o povo reage, no teatro de guerra soldados russos e ucranianos convivem animadamente.

Ucranianos cruzam-se com tanque russo empanado e oferecem boleia ao inimigo de volta à Rússia

Apesar da invasão perpetrada por Vladimir Putin à Ucrânia, o povo reage, no teatro de guerra soldados russos e ucranianos convivem animadamente.

Não sendo um momento propriamente esperado, a ocasião em que soldados ucranianos se cruzam com o inimigo russo acaba por simbolizar que o povo não é separado por fronteiras. Desde a invasão da Rússia à Ucrânia, multiplicam-se deslocados, feridos, vidas desfeitas e mortos. Mas esta ocasião, insólita, contraria tudo quando poderia ser esperado num teatro de conflito armado. Um tanque de guerra russo fica sem combustível e o diálogo entre inimigos parece uma amena cavaqueira entre amigos. Parece anedota, mas não é.

LEIA DEPOIS
Invasão da Ucrânia: o que deve o Ocidente fazer agora

Soldados ucranianos cruzam-se com tanque russo parado sem combustível

O diálogo entre forças opostas é animado. Chegam a rir-se. Os soldados ucranianos abordam os russo e questionam-nos sobre se tiveram alguma avaria no tanque. “Ficámos sem combustível”, respondem as forças de Putin, ‘empanadas’ no caminho. A resposta é inesperada e plena de sangue-frio. “Querem boleia para trás, até à Rússia?” [risos] “Ao menos sabem para onde estava a dirigir-se” – prosseguem os ucranianos. “Para Kiev”, respondem os soldados de Putin. “O que é que se tem dito nas notícias? – prosseguem os russos, aparentemente sem combustível nem… telecomunicações. “Está a correr bem para o nosso lado. Enquanto estivermos a resistir a fazermos prisioneiros russos, está tudo bem”, congratulam-se os ucranianos.

Impala Instagram


RELACIONADOS