Ucrânia: Câmara do Porto ilumina fachada com azul e amarelo em solidariedade

O edifício da Câmara do Porto vai estar hoje à noite e no fim de semana iluminado de azul e amarelo, as cores da bandeira da Ucrânia, num ato simbólico que pretende mostrar solidariedade com o povo ucraniano.

Ucrânia: Câmara do Porto ilumina fachada com azul e amarelo em solidariedade

Ucrânia: Câmara do Porto ilumina fachada com azul e amarelo em solidariedade

O edifício da Câmara do Porto vai estar hoje à noite e no fim de semana iluminado de azul e amarelo, as cores da bandeira da Ucrânia, num ato simbólico que pretende mostrar solidariedade com o povo ucraniano.

“Estamos completamente solidários com o povo ucraniano e repudiamos este crime internacional levado a cabo pela federação russa”, afirmou hoje à Lusa o chefe de gabinete da presidência da Câmara do Porto, Vasco Ribeiro.

Nesse sentido, os Paços do Concelho do Porto, “cidade de liberdade”, vão iluminar-se das cores da bandeira ucraniana, juntando-se aos vários protestos internacionais que têm surgido pela invasão da Ucrânia.

“É isso que nos move”, salientou Vasco Ribeiro.

As cores da bandeira ucraniana vão ser projetadas esta noite na Câmara do Porto e deverão permanecer durante o fim de semana.

A Rússia lançou na quinta-feira de madrugada uma ofensiva militar na Ucrânia, com forças terrestres e bombardeamento de alvos em várias cidades, que já provocaram pelo menos mais de 120 mortos, incluindo civis, e centenas de feridos, em território ucraniano, segundo Kiev. A ONU deu conta de 100.000 deslocados no primeiro dia de combates.

O Presidente russo, Vladimir Putin, disse que a “operação militar especial” na Ucrânia visa “desmilitarizar e desnazificar” o seu vizinho e que era a única maneira de o país se defender, precisando o Kremlin que a ofensiva durará o tempo necessário, dependendo de seus “resultados” e “relevância”.

O ataque foi condenado pela generalidade da comunidade internacional e motivou reuniões de emergência de vários governos, incluindo o português, e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), União Europeia (UE) e Conselho de Segurança da ONU, tendo sido aprovadas sanções em massa contra a Rússia.

  

SPYC // JAP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS