Turquia condena “declarações irresponsáveis” de Netanyahu sobre Cisjordânia

A Turquia condenou hoje as “declarações irresponsáveis” do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, que prometeu anexar partes da Cisjordânia se for reeleito nas legislativas de terça-feira.

Turquia condena

Turquia condena “declarações irresponsáveis” de Netanyahu sobre Cisjordânia

A Turquia condenou hoje as “declarações irresponsáveis” do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, que prometeu anexar partes da Cisjordânia se for reeleito nas legislativas de terça-feira.

“A Cisjordânia é um território palestiniano ocupado por Israel em violação do Direito internacional. As declarações irresponsáveis do primeiro-ministro Netanyahu para conseguir alguns votos mesmo antes das eleições legislativas não podem e não vão mudar este facto”, escreveu o chefe da diplomacia turca, Mevlut Cavusoglu, no Twitter.

“As democracias ocidentais vão reagir ou vão continuar a apaziguar? Tenham vergonha!”, reagiu por seu lado Ibrahim Kalin, porta-voz do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, também naquela rede social.

As duas reações juntam-se à do porta-voz do partido de Erdogan (AKP), Omer Celik, que no sábado escreveu no Twitter: “É hora de a comunidade internacional parar a loucura de Netanyahu”.

Os colonatos instalados em territórios palestinianos ocupados por Israel desde 1967 são ilegais à luz do Direito Internacional e grande parte da comunidade internacional considera-os um importante obstáculo à paz no Médio Oriente.

Cerca de 400 mil colonos israelitas vivem na Cisjordânia.

MDR // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS