Trump e dois dos seus filhos intimados a depor pela procuradora-geral de Nova Iorque

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e dois dos seus filhos foram intimados a depor pela procuradora-geral de Nova Iorque, Letitia James, em 15 de julho, segundo um documento do Supremo Tribunal daquele Estado.

Trump e dois dos seus filhos intimados a depor pela procuradora-geral de Nova Iorque

Trump e dois dos seus filhos intimados a depor pela procuradora-geral de Nova Iorque

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e dois dos seus filhos foram intimados a depor pela procuradora-geral de Nova Iorque, Letitia James, em 15 de julho, segundo um documento do Supremo Tribunal daquele Estado.

No entanto, o documento divulgado esta quarta-feira estabelece que a comparência de Trump e de Ivanka e Donald Trump Jr. pode ser evitada, se um tribunal de apelação o solicitar antes de 13 de junho e se apresentar toda a documentação requerida antes de 30 de junho.

A procuradora-geral de Nova Iorque está a tentar determinar, através de um processo civil, se a empresa de Trump inflacionou o valor dos seus ativos para obter empréstimos bancárias e se ao mesmo tempo reduziu esse mesmo valor para pagar menos impostos.

Já a procuradoria do distrito de Manhattan abriu uma investigação criminal paralela, noticia a agência Efe.

Há duas semanas, um juiz federal rejeitou a ação movida por Donald Trump contra Letitia James, que pretendia interromper as investigações da procuradora e impedir a sua participação em qualquer ação civil contra o magnata republicano.

A defesa de Trump alega que a procuradora-geral de Nova Iorque, que é democrata, tem uma motivação política.

A decisão da juíza Brenda K. Sannes foi a segunda derrota em apenas dois dias para o ex-presidente norte-americano, depois de Trump e dois dos seus filhos terem perdido um recurso perante outro tribunal com o qual tentaram evitar testemunhar perante o Ministério Público neste mesmo caso.

DMC // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS