Tripulantes de cabine da TAAG iniciam paralisação de três dias

Os tripulantes de cabine da companhia aérea angolana TAAG iniciam hoje uma greve que se vai prolongar até sexta-feira, prometendo paralisar totalmente os serviços aos voos domésticos e internacionais, entre as 05:00 e as 23:00.

Tripulantes de cabine da TAAG iniciam paralisação de três dias

Tripulantes de cabine da TAAG iniciam paralisação de três dias

Os tripulantes de cabine da companhia aérea angolana TAAG iniciam hoje uma greve que se vai prolongar até sexta-feira, prometendo paralisar totalmente os serviços aos voos domésticos e internacionais, entre as 05:00 e as 23:00.

A greve foi convocada pelo Sindicato Provincial do Pessoal Navegante de Cabine (Sinpropnc), que reclama melhores condições laborais e regalias sociais.

Os trabalhadores exigem a atualização dos valores das horas de voo indexados ao dólar, a manutenção do regime de disponibilidade, tradução dos manuais e “humanização” das escalas de trabalho.

Os tripulantes de cabine da TAAG queixam-se igualmente da “recusa” da entidade empregadora em estabelecer um regime de facilidade que valorize e confira dignidade ao trabalhador, lamentando “assimetrias profundas com outras classes”.

Acusam a empresa de querer pôr fim ao regime de disponibilidade dos contratos de trabalho, desrespeitando o parecer do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social sobre o referido regime “o que revela falta de bom senso da administração da transportadora”, lê-se na declaração de greve.

Os trabalhadores preveem serviços mínimos indispensáveis à satisfação das necessidades, bem como outros serviços que se mostrem imprescindíveis.

RCR (DYAS) // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS