Tribunal de Gibraltar prolonga por 14 dias arresto de petroleiro iraniano

O Supremo Tribunal de Gibraltar autorizou hoje o prolongamento por 14 dias do arresto do petroleiro iraniano intercetado na quinta-feira, até 19 de julho, anunciou o procurador-geral do território britânico no extremo sul de Espanha.

Tribunal de Gibraltar prolonga por 14 dias arresto de petroleiro iraniano

Tribunal de Gibraltar prolonga por 14 dias arresto de petroleiro iraniano

O Supremo Tribunal de Gibraltar autorizou hoje o prolongamento por 14 dias do arresto do petroleiro iraniano intercetado na quinta-feira, até 19 de julho, anunciou o procurador-geral do território britânico no extremo sul de Espanha.

O navio, “Grace 1”, é suspeito de transportar petróleo para a Síria, violando as sanções internacionais impostas a Damasco.

As autoridades de Gibraltar estão a investigar a origem e destino do petroleiro e enviaram inspetores a bordo, sem que até ao momento tenha havido qualquer detenção.

Os 28 tripulantes do navio, maioritariamente indianos, paquistaneses e ucranianos, permanecem a bordo e estão a ser interrogados como testemunhas, segundo fonte do governo local.

O Irão criticou o apresamento do petroleiro e instou o Reino Unido a libertá-lo imediatamente.

Espanha disse na quinta-feira que a decisão de travar o navio foi realizada a pedido dos Estados Unidos, mas Gibraltar negou hoje essa informação, afirmando que agiu por decisão própria “baseada na violação de leis existentes e não em considerações políticas estrangeiras”.

MDR // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS