Trabalhadores das conserveiras em greve por aumentos salariais

Os trabalhadores da indústria conserveira de peixe estão hoje em greve, reivindicando aumentos salariais, combate à precariedade e horários de trabalho regulados.

Trabalhadores das conserveiras em greve por aumentos salariais

Trabalhadores das conserveiras em greve por aumentos salariais

Os trabalhadores da indústria conserveira de peixe estão hoje em greve, reivindicando aumentos salariais, combate à precariedade e horários de trabalho regulados.

A greve, que abrange cerca de 4.000 trabalhadores de conserveiras localizadas em Matosinhos, Figueira da Foz, Peniche e Olhão, foi convocada pela Federação dos Trabalhadores da Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT).

“O seu salário [a rondar o salário mínimo nacional] tem de ser revisto, porque os trabalhadores trabalharam mais durante a pandemia para fazer face ao aumento do consumo e as empresas aumentaram as vendas”, afirmou a coordenadora da FESAHT, Maria das Dores Gomes, em declarações à Lusa, na sexta-feira.

A estrutura sindical explicou que, durante este ano, as indústrias conserveiras rejeitaram a proposta de aumentos salariais, exigindo em contrapartida aos trabalhadores a cederem a aceitar o trabalho por turnos no Contrato Coletivo de Trabalho, o que foi recusado.

Em comunicado, a FESAHT alertou que os salários no setor são “muito baixos” e os horários “instáveis e desregulados, não assegurando a conciliação da atividade profissional com a vida pessoal e familiar dos trabalhadores”.

Por falta de contratação de mais trabalhadores, em algumas unidades, “os ritmos de trabalho são cada vez mais intensos e põem em causa a saúde dos trabalhadores e a qualidade do serviço”.

Os trabalhadores exigem a valorização geral dos salários na contratação coletiva, o combate à precariedade e a negação do aumento dos ritmos de trabalho e a desregulação de horários, com a redução do horário semanal de trabalho para as 35 horas.

PE/FCC // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS