Trabalhadores da CP e da IP em greve no dia 27 para reclamar aumentos salariais

Os trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) marcaram hoje uma greve de 24 horas para dia 27 e uma concentração, em defesa de aumentos salariais.

Trabalhadores da CP e da IP em greve no dia 27 para reclamar aumentos salariais

Trabalhadores da CP e da IP em greve no dia 27 para reclamar aumentos salariais

Os trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) marcaram hoje uma greve de 24 horas para dia 27 e uma concentração, em defesa de aumentos salariais.

Os trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) marcaram hoje uma greve de 24 horas para dia 27 e uma concentração, em defesa de aumentos salariais e melhores condições de trabalho.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF), da CGTP, emitiu o pré-aviso de greve para 27 de maio, para abranger todos os trabalhadores da CP e da IP, e marcou uma concentração para a manhã do mesmo dia, em frente ao Ministério das Infraestruturas, em protesto contra “11 anos sem aumento”.

Os trabalhadores do setor ferroviário e das infraestruturas ferroviárias e rodoviárias reivindicam aumentos salariais para todos, a redução do horário de trabalho para as 35 horas, o trabalho com direitos, o respeito pela contratação coletiva, a redução da idade de reforma e a melhoria do serviço público prestado.

As duas iniciativas de protesto abrangem trabalhadores da CP, da IP- Infraestruturas, da IP-Telecom, da IP-Património e da IP-Engenharia.

O SNTSF apelou à mobilização de todos os trabalhadores destas empresas porque “o pré-aviso de greve é para todos os trabalhadores independentemente da sua carreira, categoria ou filiação sindical”.

 

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS