Taxistas decidem terminar protesto contra lei das plataformas eletrónicas

Taxistas decidem terminar protesto contra lei das plataformas eletrónicas

Os taxistas em protesto contra a lei das plataformas eletrónicas de transporte de passageiros, decidiram “desmobilizar de forma ordeira”, após a promessa do PS.

Lisboa, 26 set (Lusa) — Os taxistas em protesto em Lisboa, contra a lei das plataformas eletrónicas de transporte de passageiros, decidiram hoje “desmobilizar de forma ordeira”, após a promessa do PS de transferir as competências de licenciamento para as câmaras municipais.

Segundo o presidente da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), Florêncio Almeida, hoje “é um dia muito triste”, porque o setor ainda não conseguiu “uma vitória total”, mas o responsável assumiu a felicidade de ter mostrado “a Portugal inteiro” que a classe não corresponde à imagem que lhe é atribuída, tendo em conta a forma pacífica como decorreram as concentrações dos últimos dias.

Os taxistas estão em protesto desde dia 19, contra a entrada em vigor, a 01 de novembro, da lei que regula as quatro plataformas eletrónicas de transporte que operam em Portugal — Uber, Taxify, Cabify e Chauffeur Privé, com concentrações em Lisboa, Porto e Faro.

FYS/LYFS // MLS

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Taxistas decidem terminar protesto contra lei das plataformas eletrónicas

Os taxistas em protesto contra a lei das plataformas eletrónicas de transporte de passageiros, decidiram “desmobilizar de forma ordeira”, após a promessa do PS.