TAP quer contratar 500 trabalhadores este ano

O grupo quer contratar, este ano, 500 trabalhadores, abaixo dos 1.000 que estavam nas previsões iniciais, após a aceleração de contratações em 2018, disse Antonoaldo Neves.

TAP quer contratar 500 trabalhadores este ano

TAP quer contratar 500 trabalhadores este ano

O grupo quer contratar, este ano, 500 trabalhadores, abaixo dos 1.000 que estavam nas previsões iniciais, após a aceleração de contratações em 2018, disse Antonoaldo Neves.

O presidente da Comissão Executiva da TAP disse hoje que o grupo quer contratar, este ano, 500 trabalhadores, abaixo dos 1.000 que estavam nas previsões iniciais, após a aceleração de contratações em 2018.

“São 500 trabalhadores. Tínhamos uma previsão de 1.000, [mas] como nós acelerámos a contratação no final do ano passado, desaceleramos a contratação este ano. A previsão é de 500, mas oxalá sejam mais”, disse Antonoaldo Neves, que falava aos jornalistas, em Lisboa, durante a apresentação de resultados do grupo TAP.

O presidente da Comissão Executiva da companhia aérea referiu ainda que, durante este ano, vão ser contratados entre 120 a 130 pilotos, um processo que, de acordo com o responsável, já deveria ter acontecido.

“Só se contratam pilotos após o verão. Vamos ter contratações também em 2020. A empresa agora trabalha de uma forma planeada e antecipada”, afirmou.

O grupo TAP registou, em 2018, um prejuízo de 118 milhões de euros, valor que compara com um lucro de 21,2 milhões de euros registado no ano anterior, foi hoje anunciado.

A receita do grupo passou de 2.978 milhões de euros em 2017 para 3.251 milhões de euros em 2018, traduzindo-se num aumento de 273 milhões de euros, mais 9,1% face ao período homólogo.

“O ano de 2018 foi difícil para a TAP, quer em termos operacionais, quer em termos económicos e financeiros, mas foi um ano que não comprometeu o nosso futuro. Um ano que nos permitiu continuar a criar raízes para que o plano estratégico possa ser implementado como previsto”, indicou, por sua vez, o presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS