Tancos: Ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar acusado de cinco crimes

O ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar, Vasco Brazão, é acusado de cinco crimes no âmbito do processo de Tancos, entre os quais de associação criminosa e tráfico de armas, segundo a acusação do Ministério Público.

Tancos: Ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar acusado de cinco crimes

Tancos: Ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar acusado de cinco crimes

O ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar, Vasco Brazão, é acusado de cinco crimes no âmbito do processo de Tancos, entre os quais de associação criminosa e tráfico de armas, segundo a acusação do Ministério Público.

O Ministério Público (MP) acusou hoje um total 23 arguidos no caso do furto e da recuperação de armas do paiol da base militar de Tancos.

Vasco Brazão é acusado dos crimes de associação criminosa, tráfico e mediação de armas, falsificação ou contrafação de documentos, denegação de justiça e prevaricação e de favorecimento pessoal praticado por funcionário.

O ex-porta-voz da PJM é acusado em todos os crimes em coautoria com outros arguidos.

Na acusação o MP requer que, como pena acessória, Vasco Brazão fique proibido de exercer funções.

GC/CMP // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS