Setores da saúde e educação da Guiné-Bissau convocam greve para novembro

A Frente Social da Guiné-Bissau, que junta dois sindicatos do setor da saúde e outros tantos da educação, convocou uma nova greve para entre 07 e 11 de novembro, segundo o pré-aviso hoje divulgado à imprensa.

Setores da saúde e educação da Guiné-Bissau convocam greve para novembro

Setores da saúde e educação da Guiné-Bissau convocam greve para novembro

A Frente Social da Guiné-Bissau, que junta dois sindicatos do setor da saúde e outros tantos da educação, convocou uma nova greve para entre 07 e 11 de novembro, segundo o pré-aviso hoje divulgado à imprensa.

Segundo os quatro sindicatos, filiados na União Nacional dos Trabalhadores da Guiné-Bissau (UNTG), principal central sindical do país, o Governo guineense não manifestou interesse em “sentar-se à mesa com a Frente Social” e continua sem fazer esforços para dar resposta às reivindicações feitas pelos trabalhadores da saúde e educação.

“Perante este silêncio e desinteresse do Governo e não havendo alternativas possíveis para despertar o Governo a resolver os pontos” reivindicativos, a “Frente Social é obrigada a recorrer à greve”, pode ler-se no pré-aviso.

Os trabalhadores do setor da educação e saúde reivindicam a aplicação do estatuto de carreira e o pagamento de salários e subsídios em atraso, bem como a melhoria das condições de trabalho.

Esta é a segunda greve convocada pela Frente Social, depois de outra realizada entre os dias 10 e 15 deste mês.

MSE // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS