Segurança social representou a maior fatia das despesas públicas na UE em 2019

A segurança social foi o setor que mais pesou nas despesas públicas na União Europeia em 2019, representando 19,3% do Produto Interno Bruto, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Segurança social representou a maior fatia das despesas públicas na UE em 2019

Segurança social representou a maior fatia das despesas públicas na UE em 2019

A segurança social foi o setor que mais pesou nas despesas públicas na União Europeia em 2019, representando 19,3% do Produto Interno Bruto, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, de um total de 46,6% do PIB de despesas das administrações públicas da UE, a segurança social representou a área mais importante (19,3%).

Entre os Estados-membros, o rácio da despesa pública com a segurança social em relação ao PIB variou entre os 8,9% na Irlanda e os 23,4% em França, tendo atingido os 16,9% do PIB em Portugal.

Cinco Estados-membros – Finlândia, França, Dinamarca, Itália e Áustria – dedicaram pelo menos 20% do PIB à proteção social, enquanto a Irlanda, Malta, Bulgária e Roménia gastaram cada um menos de 12% do PIB.

A saúde representou o segundo maior setor das despesas públicas da UE (7,0%) em 2019, com a Áustria (8,3%), a Dinamarca (8,2%) e a França (8,0%) a registarem as maiores percentagens.

Em Portugal, as despesas com saúde pesaram 6,6% do PIB.

As despesas no setor dos serviços gerais da administração pública pesaram 5,8% do PIB na UE, com os rácios mais elevados a serem observados na Hungria (8,2%), Grécia e Finlândia (ambos 7,9%).

Em Portugal pesaram 6,7% do PIB, ligeiramente acima das despesas com a saúde.

No setor da educação (UE 4,7%), as maiores despesas públicas registaram-se na Suécia (6,9%), Dinamarca (6,3%), Bélgica (6,2%) e Estónia (6,0%). Portugal apresentou em 2019 uma despesa de 3,6% do PIB na educação.

A percentagem mais elevada de despesas governamentais em assuntos económicos em 2019 foi registada na Croácia (8,2% do PIB) e na Hungria (8,0%).

Na UE as despesas públicas totais representaram 46,6% do PIB e em Portugal 42,7%.

IG // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS