Scholz e Biden condenam anexações e lamentam “erros de cálculo” de Putin

O chanceler da Alemanha e o presidente dos Estados Unidos condenaram hoje as recentes anexações de territórios da Ucrânia pela Rússia e lamentaram os “erros de cálculo” do presidente russo, Vladimir Putin, nesta guerra.

Scholz e Biden condenam anexações e lamentam

Scholz e Biden condenam anexações e lamentam “erros de cálculo” de Putin

O chanceler da Alemanha e o presidente dos Estados Unidos condenaram hoje as recentes anexações de territórios da Ucrânia pela Rússia e lamentaram os “erros de cálculo” do presidente russo, Vladimir Putin, nesta guerra.

Olaf Scholz e Joe Biden tiveram hoje uma conversa telefónica sobre os mais recentes desenvolvimentos da invasão militar russa na Ucrânia, condenando a “nova escalada” com as anexações de territórios ucranianos, que consideram uma violação massiva dos princípios da Carta da Organização das Nações Unidas.

Citado pela agência espanhola Efe, o porta-voz do executivo alemão, Steffen Hebestreit, afirmou que o chanceler alemão, Olaf Scholz, e o presidente norte-americano, Joe Biden, concordaram que a mobilização parcial decretada por Vladimir Putin demonstra, mais uma vez, “o preço amargo” que os cidadãos russos têm de pagar “pelos erros de cálculo” do seu presidente.

Os dois políticos lamentaram ainda as recentes ameaças nucleares “irresponsáveis” de Putin, que, a concretizarem-se, teriam “consequências extraordinariamente graves para a Rússia”.

Embora tenham falado sobre o conflito na Ucrânia, a conversa telefónica entre Scholz e Biden serviu ainda para preparar as próximas reuniões do G7 (fórum político que reúne responsáveis do Canadá, de França, da Alemanha, da Itália, do Japão, dos Estados Unidos e do Reino Unido) e do G20 (grupo formado pelos ministros das Finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias mundiais e a União Europeia).

SS // ACL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS