Sampaio: Líder do CDS-PP agradece papel desempenhado na luta por Timor e refugiados

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, lamentou hoje a morte de Jorge Sampaio e agradeceu o papel desempenhado pelo antigo Presidente da República na libertação de Timor, na defesa dos refugiados e dos oceanos.

Sampaio: Líder do CDS-PP agradece papel desempenhado na luta por Timor e refugiados

Sampaio: Líder do CDS-PP agradece papel desempenhado na luta por Timor e refugiados

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, lamentou hoje a morte de Jorge Sampaio e agradeceu o papel desempenhado pelo antigo Presidente da República na libertação de Timor, na defesa dos refugiados e dos oceanos.

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, lamentou hoje a morte de Jorge Sampaio e agradeceu o papel desempenhado pelo antigo Presidente da República na libertação de Timor, na defesa dos refugiados e dos oceanos. “Apesar das mais profundas divergências políticas que o separavam do CDS-PP, não posso deixar de lamentar a sua morte e agradecer o papel que desempenhou na libertação de Timor, na defesa dos refugiados, na luta pelos oceanos e também o serviço que prestou a Portugal”, afirmou o presidente do CDS-PP, que falava aos jornalistas em Vila Real.

O antigo Presidente da República Jorge Sampaio morreu hoje aos 81 anos, disse à agência Lusa fonte da família.

Para Francisco Rodrigues dos Santos, o “espírito democrático é isso mesmo, é cada um, de acordo com a sua maneira de ser, estar e pensar, poder lutar pela sua ideia de país”.

O líder centrista expressou, em seu nome pessoal e em nome do CDS-PP, “as mais sinceras condolências à família de Jorge Sampaio e ao PS”.

“Jorge Sampaio foi um fervoroso militante socialista e defensor das suas ideias em todas as causas que abraçou e em todas as funções que desempenhou no quadro do Estado de direito democrático, quer como presidente da câmara de Lisboa quer como Presidente da República”, salientou.

Francisco Rodrigues dos Santos fez uma visita à feira do Levante, em Vila Real, numa ação de pré campanha eleitoral com a coligação “Vila Real à Frente”,liderada por Luís Tão e que junta o PSD, CDS-PP e o Aliança, cancelando, depois, todas as outras iniciativas que estavam previstas para o dia de hoje no distrito transmontano.

“Aguardarei pela declaração do senhor Presidente da República sobre o luto nacional e as exéquias fúnebres, só depois é que tomaremos uma decisão sobre a agenda de campanha nos dias subsequentes”, referiu.

O ex-chefe de Estado estava internado desde dia 27 de agosto no Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, na sequência de dificuldades respiratórias.

Sampaio estava no Algarve, mas após sentir dificuldades respiratórias, e “dado o seu historial de doente cardíaco”, foi transferido para Lisboa, disse na altura com fonte do seu gabinete.

Jorge Sampaio, 81 anos, foi Presidente da República durante dois mandatos, entre 1996 e 2006.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS