Rússia diz que agente russa condenada nos EUA foi vítima de “russofobia”

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia disse hoje que Maria Butina, a agente russa condenada nos EUA que regressou hoje a Moscovo, foi vítima de uma “russofobia” norte-americana.

Rússia diz que agente russa condenada nos EUA foi vítima de

Rússia diz que agente russa condenada nos EUA foi vítima de “russofobia”

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia disse hoje que Maria Butina, a agente russa condenada nos EUA que regressou hoje a Moscovo, foi vítima de uma “russofobia” norte-americana.

“É isto que, infelizmente, a anterior administração dos Estados Unidos começou — tentar destruir a relação bilateral”, disse Maria Zakharova à imprensa no aeroporto de Sheremetyevo, pouco depois da chegada de Butina.

Desde a eleição do Presidente Donald Trump, responsáveis russos têm afirmado repetidamente que a tensão nas relações russo-norte-americanas se deve à alegada “russofobia” da administração de Barack Obama.

Maria Butina, 30 anos, admitiu que trabalhou com um antigo deputado russo para estabelecer contactos com a National Rifle Association (NRA) norte-americana para, através deles, chegar ao Partido Conservador.

“Ela não fez mal a ninguém. É só uma rapariga, uma jovem mulher. Ela tentou investir, se quiserem, a sua juventude, o seu dom, o seu talento em contactos cara a cara”, disse Zakharova.

Butina, condenada em dezembro de 2018 nos Estados Unidos a 18 meses de prisão por espionagem, foi libertada da prisão na sexta-feira e chegou hoje a Moscovo.

MDR // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS