Remessas dos emigrantes subiram 5,6% até junho para 1.848 milhões de euros

As remessas dos emigrantes subiram 5,6% no primeiro semestre deste ano, passando de 1.749 milhões de euros, nos primeiros seis meses de 2021, para 1.848 milhões, até junho deste ano, segundo o Banco de Portugal.

Remessas dos emigrantes subiram 5,6% até junho para 1.848 milhões de euros

Remessas dos emigrantes subiram 5,6% até junho para 1.848 milhões de euros

As remessas dos emigrantes subiram 5,6% no primeiro semestre deste ano, passando de 1.749 milhões de euros, nos primeiros seis meses de 2021, para 1.848 milhões, até junho deste ano, segundo o Banco de Portugal.

De acordo com os dados do regulador financeiro, as remessas enviadas pelos portugueses a trabalhar no estrangeiro subiram 2,72% em junho deste ano face ao período homólogo, contribuindo para a subida de 5,6% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Os números hoje disponibilizados na página do Banco de Portugal mostram também que, em sentido inverso, os estrangeiros a trabalhar em Portugal enviaram 265,5 milhões de euros para os seus países de origem, o que mostra uma subida de 8,3% face aos 245,09 milhões enviados nos primeiros seis meses do ano passado.

Olhando apenas para junho, o último mês para o qual há dados disponíveis, os imigrantes enviaram 47,9 milhões de euros para os seus países, o que revela uma subida de 4,8% face aos 45,7 milhões enviados em junho do ano passado.

MBA // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS