Regulador norte-americano desaconselha voos civis no Golfo Pérsico

A autoridade federal norte-americana para a avaliação (FAA, na sigla em inglês) defendeu a restrição do espaço aéreo no Golfo Pérsico, mencionando o “potencial para más identificações e maus cálculos”.

Regulador norte-americano desaconselha voos civis no Golfo Pérsico

Regulador norte-americano desaconselha voos civis no Golfo Pérsico

A autoridade federal norte-americana para a avaliação (FAA, na sigla em inglês) defendeu a restrição do espaço aéreo no Golfo Pérsico, mencionando o “potencial para más identificações e maus cálculos”.

Em comunicado, a FAA proibiu aviões e pilotos norte-americanos de voarem sobre áreas do Iraque, Irão, do Golfo Pérsico e do Golfo de Omã.

A agência preveniu para o risco de “más identificações e maus cálculos” de aeronaves civis, em contexto de aumento de tensão entre norte-americanos e iranianos.

Estas restrições de emergência seguem-se aos ataques com mísseis balísticos por parte do Irão a duas bases iraquianas com tropas norte-americanas.

Estas restrições são normalmente preventivas e destinam-se a impedir que os aparelhos civis sejam confundidos com os empenhados em conflitos militares.

A FAA especificou que as restrições foram emitidas devido “às crescentes atividades militares e às crescentes tensões políticas no Médio Oriente, que representam um risco inesperado para as operações da aviação civil norte-americana”.

As agências noticiosas também estão a avançar a existências um importante movimento de aviões militares sobre Bagdad.

RN // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS