Putin alerta para “consequências graves” se preço do petróleo russo for limitado

O Presidente russo, Vladimir Putin, alertou hoje para “graves consequências” se as potências ocidentais introduzirem restrições ao preço do petróleo proveniente da Rússia.

Putin alerta para

Putin alerta para “consequências graves” se preço do petróleo russo for limitado

O Presidente russo, Vladimir Putin, alertou hoje para “graves consequências” se as potências ocidentais introduzirem restrições ao preço do petróleo proveniente da Rússia.

“Tais ações contradizem os princípios que regem as relações de mercado e, muito provavelmente, levarão a graves consequências para o mercado global de energia”, disse Putin durante uma conversa telefónica com o primeiro-ministro iraquiano, Mohamed Shia al Sudani. Putin e Sudani abordaram na sua conversa os planos do Ocidente e o trabalho de ambos no âmbito das reuniões da aliança OPEP+ (aliança de países produtores de petróleo, liderada pela Arábia Saudita e pela Rússia), que permitem garantir a estabilidade do mercado petrolífero.

Rússia alerta para inverno difícil

A Rússia advertiu repetidamente que não fornecerá crude aos países que adotem tais limitações, e previu grandes problemas para a população desses países durante o inverno. Além disso, o Kremlin também poderia adotar medidas de retaliação como a redução da extração das atuais 530 milhões de toneladas este ano para 490 milhões de toneladas em 2023. Os governos da União Europeia não conseguiram, na quarta-feira, chegar a acordo sobre o limite de preços do preço do petróleo proveniente da Rússia que as potências do G7 (grupo das setes maiores economias do mundo) querem impor a Moscovo como sanção pela sua agressão militar à Ucrânia.

O limite máximo de preços não afeta diretamente a UE, que já decidiu proibir as compras de crude russo a partir de 5 de dezembro (exceto as do oleoduto que abastece a Hungria, quase totalmente dependente desse fornecimento), mas prejudicaria os navios de carga que transportam petróleo vindo da Rússia, alguns dos quais têm pavilhão grego, maltês ou cipriota. Na altura, a Agência Internacional de Energia (AIE) disse que o embargo da UE aos derivados do crude e do petróleo da Rússia aumentará a tensão no mercado. Em vez disso, na avaliação da proposta de impor um limite de preços ao crude russo considera que “pode aliviar as tensões”.

Impala Instagram


RELACIONADOS