PS/Madeira “disponível para colaborar” na investigação da PJ que envolve autarquias

O presidente do PS/Madeira declarou hoje que o partido “está totalmente disponível para colaborar com as autoridades judiciais” na investigação que está em curso pela Polícia Judiciária envolvendo quatro autarquias da região.

PS/Madeira

PS/Madeira “disponível para colaborar” na investigação da PJ que envolve autarquias

O presidente do PS/Madeira declarou hoje que o partido “está totalmente disponível para colaborar com as autoridades judiciais” na investigação que está em curso pela Polícia Judiciária envolvendo quatro autarquias da região.

“O PS/Madeira está totalmente disponível para colaborar com as autoridades judiciais no âmbito de uma investigação em curso que tem por base uma denúncia ‘online’, que remonta a 2018”, diz Paulo Cafôfo num comunicado enviado à agência Lusa.

Sem especificar os municípios em causa, o líder dos socialistas madeirenses acrescenta que “o PS/Madeira tudo fará para contribuir para o célere apuramento dos factos em análise”.

O dirigente vinca que a “atuação na vida pública do partido assenta nos valores da responsabilidade, ética e transparência e pelo estrito cumprimento da lei, valores democráticos e de cidadania centrais desde a criação do partido, e dos quais não abdica em momento algum”.

Também em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje ter realizado diversas buscas a quatro autarquias da Região Autónoma da Madeira, para recolha de elementos de prova no âmbito de um processo-crime.

De acordo com a informação da PJ, o processo-crime, do qual não são adiantados mais pormenores (inclusive as autarquias em causa), corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, e iniciou-se através de “denúncia anónima”, efetuada na plataforma da Procuradoria-Geral da República.

As buscas, segundo a nota, foram realizadas através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção e do Departamento de Investigação Criminal da Madeira.

Na quarta-feira, a Câmara do Funchal (governada pela coligação Confiança, que reúne PS, BE, PDR e Nós, Cidadãos!) confirmou no portal da autarquia estar a “colaborar com a Polícia Judiciária” numa investigação “em curso a várias entidades”, admitindo que os inspetores estiveram nas instalações do município.

A investigação, referiu a autarquia, foi “suscitada por denúncia ‘online’ que remonta a 2018”.

A presidente do município da Ponta do Sol, Célia Pessegueiro (PS), confirmou hoje à Lusa que a PJ esteve também nas instalações do município, na quarta-feira, sem adiantar mais informação.

AMB (RCP/DD/ROC) // ROC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS