PS questiona Governo sobre condições em que portugueses foram impedidos de entrar no Reino Unido

O PS questionou hoje o Governo sobre quais as condições em que cidadãos portugueses foram impedidos de entrar no Reino Unido, e se tem estado em contacto com as autoridades britânicas. 

PS questiona Governo sobre condições em que portugueses foram impedidos de entrar no Reino Unido

PS questiona Governo sobre condições em que portugueses foram impedidos de entrar no Reino Unido

O PS questionou hoje o Governo sobre quais as condições em que cidadãos portugueses foram impedidos de entrar no Reino Unido, e se tem estado em contacto com as autoridades britânicas. 

Numa pergunta dirigida ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, diz ser “importante saber se as autoridades inglesas estão a informar devidamente as autoridades consulares portuguesas sobre as devidas expulsões e detenções e se os cidadãos a quem isso acontece são informados sobre os seus direitos”.

Fonte do gabinete da secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, disse na semana passada à agência Lusa que pelo menos dois cidadãos portugueses foram impedidos recentemente de entrar no Reino Unido devido à falta de visto de trabalho, tendo um deles sido detido temporariamente.

“Os dois cidadãos nacionais foram acompanhados pelos serviços consulares, tendo os dois casos constituído objeto de interlocução com as autoridades britânicas. Estes cidadãos nacionais foram informados de que teriam de regressar a Portugal, como veio a suceder”, indicou ainda.

De acordo com outras notícias, dezenas de outros europeus foram detidos temporariamente em centros de detenção ou em condições desconfortáveis, potencialmente violando os direitos e as regras da boa cooperação e União Europeia UE).

Os deputados socialistas subscritores da interpelação consideram que esta situação é preocupante porque a comunidade portuguesa de cerca mais de 300 mil pessoas pode “vir a ter problemas nas suas deslocações, sobretudo num contexto de férias em que a pandemia tem causado constrangimentos nos serviços públicos para emissão de documentos”.

Perguntam ainda o que podem fazer a UE e Portugal “para evitar rejeições abusivas de cidadãos comunitários por parte do Reino Unido e eventuais violações dos direitos fundamentais”.

Numa visita ao Reino Unido na semana passada, a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, garantiu que os cidadãos podem entrar no Reino Unido e ficar até 90 dias sem visto se vierem em turismo ou para visitar amigos e família.

“Só é preciso visto para quem vem de Portugal trabalhar. Se vier trabalhar, é preciso trazer um visto de residência e um contrato”, lembrou, a propósito das novas regras de imigração em vigor desde a saída do Reino Unido da UE (Brexit).

 

 

LEIA AINDA
Covid-19: Gouveia e Melo avança dia para ter 70% da população vacinada
Covid-19: Gouveia e Melo avança dia para ter 70% da população vacinada
O coordenador da ‘task force’ para a vacinação contra a covid-19, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo acredita 70% da população terá pelo menos uma dose da vacina dentro de três meses. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS