Presidente português recebeu em audiência antigo chefe de Estado brasileiro Michel Temer

O Presidente da República português recebeu hoje em audiência, no Palácio de Belém, o antigo chefe de Estado do Brasil, Michel Temer, foi anunciado numa nota na página oficial da presidência.

Presidente português recebeu em audiência antigo chefe de Estado brasileiro Michel Temer

Presidente português recebeu em audiência antigo chefe de Estado brasileiro Michel Temer

O Presidente da República português recebeu hoje em audiência, no Palácio de Belém, o antigo chefe de Estado do Brasil, Michel Temer, foi anunciado numa nota na página oficial da presidência.

Michel Temer, antecessor do atual Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que ocupou o cargo entre 2016 e 2018, encontra-se em Portugal, onde vai participar na quarta-feira no Fórum Jurídico de Lisboa.

“É natural que tratando-se de um antigo chefe de Estado de um país lusófono, que seja recebido pelo Presidente”, disse à Lusa fonte oficial da presidência portuguesa, sem adiantar mais pormenores sobre o encontro.

A nota na página oficial da presidência, acompanhada de uma fotografia de Temer e Marcelo, também só refere que o Presidente “recebeu, em audiência no Palácio de Belém, o antigo Presidente do Brasil”.

No domingo, Marcelo Rebelo de Sousa já tinha recebido em audiência o presidente do Senado brasileiro, o senador Rodrigo Pacheco, que participou no Fórum Jurídico de Lisboa, na segunda-feira.

Na sua nona edição, o Fórum Jurídico de Lisboa, tem este ano como tema principal “Sistemas Políticos e Gestão de Crises”, começou na segunda-feira na Faculdade de Direito de Lisboa, reunindo várias entidades da área da política, justiça e economia do Brasil e de Portugal.

O evento, organizado pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), o Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (ICJP) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), tem como objetivo debater grandes questões do Direito no Estado contemporâneo, a partir do diálogo entre os sistemas jurídicos português e brasileiro.

Nas suas primeiras edições tinha como pano de fundo o Direito Constitucional, agora tornou-se numa oportunidade para que juristas, economistas e académicos de diferentes áreas de atuação possam debater vários temas da atualidade, refere a organização.

Este ano, o Fórum regressou também ao formato presencial e no centro das discussões estão a gestão da pandemia, a crise sanitária e restrições aos direitos fundamentais e desafios sociais, económicos e políticos num cenário mundial pós-covid-19.

Outros dos temas “importantes” do Fórum Jurídico são o presidencialismo e semipresidencialismo no Brasil, o papel das Forças Armadas na democracia e a liberdade de expressão na era digital.

Além dos painéis principais, esta edição do Fórum conta também com a realização de uma série de mesas redondas com a discussão, entre outros assuntos, da construção de uma agenda internacional de segurança pública, os desafios regulatórios do Brasil e tributação, justiça, trabalho e federalismo no contexto da revolução digital.

ATR // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS