Presidente dos EUA condena “odioso” tiroteio em El Paso, um “ato cobarde”

Donald Trump condenou o tiroteio de sábado em El Paso, no Texas, que provocou pelo menos 20 mortos, sublinhando que “não só foi trágico”, como também “um ato de cobardia”.

Presidente dos EUA condena

Presidente dos EUA condena “odioso” tiroteio em El Paso, um “ato cobarde”

Donald Trump condenou o tiroteio de sábado em El Paso, no Texas, que provocou pelo menos 20 mortos, sublinhando que “não só foi trágico”, como também “um ato de cobardia”.

Washington, 04 ago 2019 (Lusa) – O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou o tiroteio de sábado em El Paso, no Texas, que provocou pelo menos 20 mortos, sublinhando que “não só foi trágico”, como também “um ato de cobardia”.

“O tiroteio de hoje (sábado) em El Paso, Texas, não só foi trágico como foi um ato de cobardia. Partilho com todos neste país a condenação deste odioso ato”, reagiu Donald Trump, após o primeiro balanço oficial, na rede social Twitter.

O tiroteio num supermercado Walmart, no sul de El Paso, cidade fronteiriça com o México, deixou no sábado pelo menos 20 mortos e 26 feridos, segundo o governador Greg Abbott, que lamentou um dos “dias mais mortíferos da história do Texas”.

“Não há razões ou desculpas que alguma vez justifiquem a morte de pessoas inocentes”, acrescentou o Presidente norte-americano.

O chefe da polícia de El Paso, Greg Allen, afirmou, em conferência de imprensa, que as autoridades encontraram um manifesto que indica que este poderá ser um “crime de ódio”.

O Presidente do México também já manifestou pesar pelo ataque e confirmou a existência de três mexicanos entre os 20 mortos.

“Soube que três mexicanos perderam a vida neste tiroteio. O Ministério dos Negócios Estrangeiros já está a tratar do assunto”, declarou López Obrador, num vídeo transmitido nas redes sociais.

O Governo mexicano informou ainda que, dos 26 feridos, seis são mexicanos e estão hospitalizados.

Por cá, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou uma mensagem ao seu homólogo norte-americano, Donald Trump, na qual lamenta o “violento tiroteio” ocorrido em El Paso.

Os tiroteios e ataques armados ocorrem com muita frequência nos Estados Unidos.

Na terça-feira, duas pessoas foram mortas e um polícia ferido num supermercado da cadeia Walmart no Mississippi.

No domingo, três pessoas, incluindo um rapaz de 6 anos, foram mortas quando um atirador de 19 anos abriu fogo durante um festival de gastronomia de Gilroy na Califórnia, a sul de San Francisco.

FST (PCR) // FST

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS