Presidente do parlamento angolano diz que país pode aprender com Moçambique na gestão da crise

O presidente da Assembleia Nacional de Angola, Fernando da Piedade dos Santos, afirmou que Moçambique pode ser um exemplo para Angola pela forma como está a gerir a crise económica e financeira que atravessa.

Presidente do parlamento angolano diz que país pode aprender com Moçambique na gestão da crise

Presidente do parlamento angolano diz que país pode aprender com Moçambique na gestão da crise

O presidente da Assembleia Nacional de Angola, Fernando da Piedade dos Santos, afirmou que Moçambique pode ser um exemplo para Angola pela forma como está a gerir a crise económica e financeira que atravessa.

Maputo, 30 nov (Lusa) – O presidente da Assembleia Nacional de Angola, Fernando da Piedade dos Santos, afirmou hoje que Moçambique pode ser um exemplo para Angola pela forma como está a gerir a crise económica e financeira que atravessa.


“Podemos ser herdeiros da experiência de Moçambique na forma como está a atravessar esta situação da crise financeira”, afirmou Santos, em declarações aos jornalistas, após se encontrar com o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi.


Falando no âmbito da sua visita de trabalho a Moçambique, que terminou hoje, o presidente da Assembleia Nacional de Angola disse que Moçambique tem dado passos seguros na diversificação da sua economia, apostando na agricultura, enquanto explora os recursos naturais.


“Moçambique está a dar passos bastante seguros a nível da agricultura e a nível dos recursos minerais, isso encoraja-nos a perseguir o nosso programa de diversificação da economia, aprendemos todos uns com os outros e hoje aprendemos mais”, acrescentou Fernando Piedade dos Santos.


Santos adiantou que deu a conhecer a Filipe Nyusi o estádio de preparação das eleições gerais angolas aprazadas para o próximo ano.


Moçambique terá este ano o crescimento económico mais baixo da última década, com um Produtor Interno Bruto inferior a 5%, devido à queda das receitas das matérias-primas no mercado internacional, acentuada desvalorização da moeda nacional, o metical e subida galopante da inflação.


A crise económica e financeira de Moçambique também tem como causa as calamidades naturais e a violência militar que opõe as Forças de Defesa e Segurança e o braço armado da Renamo (Resistência Nacional Moçambicana).


No quadro da sua visita a Moçambique, Fernando da Piedade dos Santos encontrou-se com a presidente da Assembleia da República de Moçambique, Verónica Macamo, com que conversou sobre a possibilidade de estreitamento da cooperação entre os parlamentos dos dois países.



PMA // APN


Lusa/Fim

Impala Instagram


RELACIONADOS