Presidente designada pelo Governo para regulador dos seguros ouvida hoje na AR

Margarida Corrêa de Aguiar, ex-secretária de Estado da Segurança Social do Governo PSD/CDS-PP de Durão Barroso e atualmente consultora do Banco de Portugal, substituirá José Almaça na ASF.

Presidente designada pelo Governo para regulador dos seguros ouvida hoje na AR

Presidente designada pelo Governo para regulador dos seguros ouvida hoje na AR

Margarida Corrêa de Aguiar, ex-secretária de Estado da Segurança Social do Governo PSD/CDS-PP de Durão Barroso e atualmente consultora do Banco de Portugal, substituirá José Almaça na ASF.

Lisboa, 04 abr (Lusa) — A presidente designada pelo Governo para a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) é ouvida hoje no parlamento, em Lisboa, na Comissão de Orçamento e Finanças.

Margarida Corrêa de Aguiar, ex-secretária de Estado da Segurança Social do Governo PSD/CDS-PP de Durão Barroso e atualmente consultora do Banco de Portugal, é a pessoa escolhida pelo Governo para presidente do regulador dos seguros, para substituir José Almaça, cujo mandato já terminou em 2017.

Também hoje é ouvido pelos deputados o ex-ministro da Economia do atual Governo (PS), Manuel Caldeira Cabral, que é proposto para vogal do Conselho de Administração deste regulador.

A audição de Margarida Corrêa de Aguiar está marcada para as 13:30 e a de Caldeira Cabral para as 14:15 (hora de Lisboa).

Atualmente, Margarida Corrêa de Aguiar é ainda presidente da Cidadania Social — Associação para a Intervenção e Reflexão de Políticas Sociais, que tem como vice-presidente Fernando Ribeiro Mendes, antigo administrador do Montepio que nas últimas eleições concorreu numa lista de oposição ao presidente do Montepio, Tomás Correia.

Já Caldeira Cabral é atualmente deputado na bancada do PS.

Os nomeados para a administração do regulador dos seguros já passaram pelo crivo da Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (Cresap).

A audição no parlamento é obrigatória antes da nomeação final pelo Governo.

A ASF está neste momento a avaliar a idoneidade do presidente da Associação Mutualista do Montepio, Tomás Correia, depois da determinação do Governo, que clarificou o Código das Mutualistas.

O tema da idoneidade de Tomás Correia está em cima da mesa desde 21 de fevereiro, data em que foi conhecida a multa de 1,25 milhões euros do Banco de Portugal por irregularidades quando era presidente do Banco Montepio.

IM // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS