Presidente da República comemora 5 de Outubro em território nacional

Marcelo comemora o 5 de Outubro “com a discrição” própria de um dia de reflexão eleitoral, e vota em Celorico de Basto, independentemente da presença na cerimónia de investidura de Tolentino Mendonça como cardeal.

Presidente da República comemora 5 de Outubro em território nacional

Presidente da República comemora 5 de Outubro em território nacional

Marcelo comemora o 5 de Outubro “com a discrição” própria de um dia de reflexão eleitoral, e vota em Celorico de Basto, independentemente da presença na cerimónia de investidura de Tolentino Mendonça como cardeal.

O Presidente da República comemora em Portugal o 5 de Outubro “com a discrição” própria de um dia de reflexão eleitoral, e vota em Celorico de Basto, independentemente da presença na cerimónia de investidura de Tolentino Mendonça como cardeal.

“Mesmo no caso de se confirmar a ida a Roma, o Presidente da República comemorará sempre em território nacional o 5 de Outubro, com a discrição correspondente a um dia de reflexão eleitoral, e votará no dia 6, como habitualmente, em Celorico de Basto”, esclareceu o Palácio de Belém, em resposta a uma pergunta da agência Lusa.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, “esclarece que submeteu preventivamente à Assembleia da República, o assentimento para uma eventual deslocação a Roma, entre os dias 4 e 6 de outubro, para assistir à cerimónia de investidura do novo cardeal D. Tolentino de Mendonça”.

“Recorde-se que, em circunstâncias análogas, a saber, coincidência do 5 de outubro com período eleitoral, também no passado foram reduzidas ou mesmo anuladas as comemorações de implantação da República”, lê-se no mesmo esclarecimento escrito enviado à Lusa.

A intenção de estar presente na cerimónia de imposição do barrete cardinalício a Tolentino Mendonça foi expressa pelo Presidente da República no domingo na nota em que manifestou “profundo júbilo” pela elevação do arquivista e bibliotecário da Santa Sé ao cardinalato.

“O Presidente da República manifesta o mais profundo jubilo pela elevação do senhor Dom José Tolentino de Mendonça ao cardinalato, traduzindo o reconhecimento de uma personalidade ímpar, assim como da presença da Igreja Católica na nossa sociedade, o que muito prestigia Portugal”, afirmou numa nota publicada na página da internet da Presidência da República no sábado.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou ainda, na altura, a “excecional relevância” de Tolentino de Mendonça como “filósofo, pensador, escritor, professor e humanista”, recordando que o convidou para presidir às comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, em 2020.

LEIA MAIS

Governo de Hong Kong retira oficialmente lei da extradição

Previsão do tempo para quinta-feira, 5 de setembro

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS