Presidente da Guiné-Bissau quer olhar especial do Governo para guineenses na diáspora

O Presidente da Guiné-Bissau disse hoje que o Governo tem que ter uma atenção especial para com a comunidade guineense na diáspora e espera que a nova secretária de Estado das Comunidades assuma o desafio.

Presidente da Guiné-Bissau quer olhar especial do Governo para guineenses na diáspora

Presidente da Guiné-Bissau quer olhar especial do Governo para guineenses na diáspora

O Presidente da Guiné-Bissau disse hoje que o Governo tem que ter uma atenção especial para com a comunidade guineense na diáspora e espera que a nova secretária de Estado das Comunidades assuma o desafio.

Umaro Sissoco Embaló falava na posse da nova secretária de Estado das Comunidades, Salomé Santos Allouche, que só hoje ocorreu, uma vez que a advogada luso-guineense se encontrava fora do país.

No seu discurso em crioulo, Embaló sublinhou que Salomé Allouche assume uma pasta “muito importante” no atual executivo.

“A Guiné-Bissau conta com uma grande comunidade na diáspora e na política deste Governo, caucionada pelo Presidente da República, tem que haver uma política diferente de apoiar a nossa diáspora”, observou Umaro Sissoco Embaló.

O Presidente guineense exortou Salomé Allouche de que não vai ter tarefa fácil pelo facto de a diáspora ser constituída por pessoas radicadas em várias partes do mundo, mas que se forem ajudadas pelo Governo poderão investir na Guiné-Bissau.

A nova secretária de Estado das Comunidades, até aqui deputada eleita pelo Movimento para a Alternância Democrática (Madem G-15) prometeu que, com a sua atuação, a comunidade guineense irá sentir a presença do Estado.

“Vou utilizar todo o meu esforço para que a diáspora sinta a presença do Estado guineense, para que se sintam acarinhados pelo povo e pelo Governo da Guiné-Bissau”, anunciou Salomé Allouche.

A nova secretária de Estado disse que primeiro vai analisar o programa do Governo, para conhecer os objetivos preconizados no setor, estudar o que a sua antecessora no cargo, Dara da Fonseca Ramos, já realizou e o que falta fazer.

Desde já, Salomé Allouche prometeu que estará “sempre” do lado das pessoas que vivem na diáspora guineense para ajudar a resolver os problemas que as aflige na Guiné-Bissau.

O Presidente da Guiné-Bissau aceitou, em 25 de abril, uma remodelação do Governo proposta pelo primeiro-ministro.

Após a remodelação proposta por Nuno Nabiam, o Governo passou a contar com 20 ministros, dos quais quatro de Estado, e 11 secretários de Estado.

MB // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS