Portugal contribui com cerca de 200 ME para futuro Fundo Europeu de Defesa

Portugal vai contribuir com 200 milhões de euros para o Fundo Europeu de Defesa, cuja regulamentação está em curso, e que contará com 13 mil milhões de euros entre 2021 e 2027.

Portugal contribui com cerca de 200 ME para futuro Fundo Europeu de Defesa

Portugal contribui com cerca de 200 ME para futuro Fundo Europeu de Defesa

Portugal vai contribuir com 200 milhões de euros para o Fundo Europeu de Defesa, cuja regulamentação está em curso, e que contará com 13 mil milhões de euros entre 2021 e 2027.

De acordo com o diretor-geral de Recursos da Defesa Nacional do Ministério da Defesa, Alberto Coelho, “Portugal irá participar com cerca de 200 milhões de euros tendo em conta a percentagem da contribuição portuguesa na União Europeia”.

Para Alberto Coelho, “esta deve ser a meta mínima” que o país se deve propor a alcançar como “retorno” daquele investimento para a economia e para a defesa nacional, num contexto em que a “cooperação no setor da Defesa” a nível europeu “já não é uma opção” e sim “uma obrigação”.

O diretor-geral de Recursos da Defesa Nacional intervinha num seminário na Associação Industrial Portuguesa, em Lisboa, sobre os “novos desafios e oportunidades para a indústria de Defesa Nacional”, colocados com a participação de Portugal na Cooperação Estruturada Permanente.

Proposto pela Comissão europeia, o futuro Fundo Europeu de Defesa está em fase de regulamentação no Parlamento Europeu e contará com 13 mil milhões de euros para investigação e desenvolvimento de capacidades entre 2021 e 2027, através de projetos colaborativos entre os estados-membros.

SF // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS